AME regressa à Praia depois de dois anos de paragem

PorDulcina Mendes,15 jun 2022 11:37

Actuação de Rodji no AME
Actuação de Rodji no AMEAME

​O Atlantic Music Expo (AME) 2022, um dos grandes eventos musicais que acontecem no país e que atraem artistas, produtores e pessoas ligadas ao mundo da música, está no seu último dia.

O AME arrancou na sexta-feira, 10, no Mindelo, e na segunda-feira, 13, chegou à cidade da Praia. É a oitava edição do evento que acontece após dois anos de paragem devido à pandemia da COVID-19.

Na Cidade da Praia, a cerimónia de abertura aconteceu na Assembleia Nacional, e foi presidida pelo ministro da Cultura e das Indústrias Criativa, Abraão Vicente, numa noite em que também discursaram o director do AME, Augusto Veiga (Gugas), João Domingos Correia, presidente da Cabo Verde Telecom, e o vereador de Cultura da Câmara Municipal da Praia, Jorge Garcia.

De seguida, o palco foi entregue ao conjunto Os Tubarões, apresentado como um dos mais marcantes grupos musicais da história da música de Cabo Verde, que já registou sete álbuns de originais e um álbum gravado ao vivo na mítica sala do Coliseu dos Recreios de Lisboa (Portugal).

A noite de abertura da oitava edição do AME, na Cidade da Praia, foi encerrada pelo beninense Serge Ananou, que, além da sua guitarra, esteve acompanhado pelo seu grupo, num momento de música ecléctica, misturando ritmos e canções da África Ocidental.

Segundo o director do AME, Augusto Veiga, em São Vicente a aceitação foi muito boa, e na Cidade da Praia também as pessoas estão a gostar.

Na terça-feira, 14, começaram as conferências, workshops, feiras, daycase, one on one meeting e showcases com artistas nacionais e internacionais.

No daycase esteve Rodji, de Santo Antão, e Natche, de São Vicente. Em relação à feira de stands, Augusto Veiga disse que este ano há menos stands do que nos anos anteriores, mas que está tudo a decorrer na normalidade. A feira que arrancou esta terça-feira, 14, vai até sábado, 18.

Nos palcos estiveram artistas como Sandra Horta, Bob Mascarenhas, Adé da Costa, Kanazoé Orkestra (Burkina Faso), Aurus (Ilha de Reunião), Pret & Bronk e DJ Mimi (Bélgica).

Devido à chuva, a actuação de June Freedom, que estava agendada para ontem, terça-feira, conforme anunciou Augusto Veiga acontece hoje, quarta-feira.

A feira conta com a participação das câmaras municipais, da Sociedade Cabo-verdiana de Música (SCM), dos Cabo Verde Music Awards (CVMA), da companhia de dança Raiz di Polon, e de outras empresas e instituições.

Para hoje, 15, último dia, está programado o daycase com actuação de Mário Marta e Ineida Moniz. No final da tarde acontecem os showcase com a banda Marinu, Alex Aka Dutch Kalus (EUA), Bruno Capinan (Brasil), King Abid (Tunísia/Canadá), Gren Semé (França), Trakinuz e o evento será encerrado ao som do Scuru Fitchadu e DJ Marcy de Pina. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,15 jun 2022 11:37

Editado porAndre Amaral  em  29 jun 2022 23:28

pub.
pub.
pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.