​Naked Soldiers estreia hoje no Mindelact, numa ponte entre Londres e Cabo Verde

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,9 nov 2022 12:50

O palco 1 do Mindelact acolhe, esta noite, a estreia internacional da peça Naked Soldiers (“Soldados Nus”). O espectáculo, encarado como uma crítica social, faz a ponte entre Londres e Cabo Verde, através da associação entre o Teatro Internacional de Cabo Verde (Ticave), em associação com a Companhia de Teatro Ka Zimba Theatre, de Inglaterra.

A história, escrita por Mark Norfolk, um realizador e escritor premiado internacionalmente, conta a jornada de um ex-soldado acusado de crimes de guerra no seu país natal, Ruanda, que foi descoberto a viver pacificamente em Londres. Depois, começou a tentar fugir para França para evitar a deportação para o seu país de origem.

O encenador, Bernardino Fernandes, falou esta manhã à imprensa.

“É uma personagem que perde tudo o que conquista. Por exemplo, saiu de África, foi roubado por rebeldes e foi recrutado. Quando criança, fez várias tentativas para encontrar os seus pais e não conseguiu, acabando por crescer naquele ambiente de violência até conseguir libertar-se. Foi para Inglaterra, mas a perseguição continuou, casou-se e a mulher e o filho morreram num incêndio e continuou a fugir das autoridades”, conta.

O elenco é composto por dois actores cabo-verdianos e dois britânicos, um produtor cabo-verdiano e um dramaturgo/encenador britânico. As equipas criativas são também cabo-verdianas, como por exemplo, o director do palco, coreógrafo e técnico de luz e som.

Naked Soldiers estreia esta noite no palco 1, Centro Cultural do Mindelo, a partir das 21h30.

Antes, às 19h00, o palco 2, na Academia Livre de Artes Integradas do Mindelo (ALAIM), recebe o monólogo “O Caso do Vestido” do Colectivo Capemga, do Brasil.

Todo o enredo envolve o mistério que rodeia um vestido e nele se apresentam outras personagens. O caso é contado do ponto de vista da mãe, uma subserviente esposa, abandonada, traída e rejeitada, e traz à tona o debate sobre a violência vivenciada por aquela mulher. O que fica é um vestido de renda que já não veste mais ninguém, última peça de luxo herdada como despojo de uma guerra sentimental, mas também como relíquia de um pedido de perdão impossível.

A actriz Bid Lima vai estar em cena.

“Vamos mostrar um pouco da situação da mulher na década de 1930, mas é um texto bastante actual, porque toca muito na situação em que a mulher estava submetida e vivenciava na época em que era muito subjugada pelo patriarcado, que até hoje vigora no nosso país”, explica.

A programação do Mindelact, que conta com mais de 40 espectáculos, está distribuída pelo palco 1, no Centro Cultural do Mindelo, e palco 2, na Academia Livre de Artes Integradas do Mindelo (ALAIM), ambos em São Vicente, além de espaços alternativos, oficinas e mostras de performances, e a par de espectáculos na cidade da Praia.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,9 nov 2022 12:50

Editado porSara Almeida  em  2 dez 2022 5:20

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.