​Ministério da Cultura atribui 800 contos ao Mindelact

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,14 set 2022 13:46

O Ministério da Cultura e das Industrias Criativas (MCIC) formalizou hoje a atribuição de 800 mil escudos à Associação Artística e Cultural Mindelact, no âmbito da realização do festival internacional de teatro. A 28ª edição do evento acontece de 4 a 13 de Novembro no Mindelo e com extensão na cidade da Praia.

O protocolo de parceria financeira e institucional foi rubricado pelo ministro Abraão Vicente e pelo presidente da direcção da associação Mindelact, João Branco, que destaca a confiança entre as duas instituições e a importância do festival na projecção da imagem de Cabo Verde.

“Essa confiança e essa formalidade, de certa forma, confere um grau de importância à esta parceria, independentemente da questão do valor que se pode discutir se é muito, se é pouco, dentro daquilo que é a necessidade de produção do próprio festival e as possibilidades que o próprio Estado de Cabo Verde tem para financiar este género de eventos. Agradecemos essa confiança reiterada e tudo faremos, como sempre, para que o Mindelact continue a ser uma bandeira de Cabo Verde”, refere.

A tutela da pasta da cultura, Abraão Vicente, que rubricou o sétimo acordo de financiamento ao Mindelact, destaca a importância de dar suporte financeiro ao festival que é uma “marca de Mindelo e de Cabo Verde”.

“É por isso que nós tentamos manter a constância e a consistência no financiamento do Mindelact. Eu enquanto deputado nacional na oposição assisti várias vezes ao impasse entre haver e não haver financiamento para o Mindelact e para outros eventos culturais. Nós, desde 2016, tentamos manter essa consistência de que as marcas consolidadas são para ser financiadas, independentemente do valor”, diz.

A 28ª edição do Mindelact, considerado um dos maiores eventos de artes performativas de África, decorre de 4 a 13 de Novembro. Serão 40 espectáculos em 10 dias. Para além de Cabo Verde, o festival terá a participação de companhias e artistas de países como África do Sul, Portugal, Brasil, Angola, Espanha, Países Baixos, Costa do Marfim, Inglaterra, Moçambique, França e Ucrânia.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,14 set 2022 13:46

Editado porAndre Amaral  em  26 set 2022 18:20

pub.
pub.
pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.