Morna Fest homenageia Humbertona

PorDulcina Mendes,2 dez 2023 8:30

1

O Morna Fest, que vai estar durante o mês de Dezembro em cinco concelhos do país, homenageia, nesta sua 10ª edição, o músico Humbertona.

O festival aconteceu, primeiro, na ilha de Santo Antão, no concelho de Porto Novo, no dia 21 de Junho, enquadrado na festa de São João. A ilha de São Nicolau receberá o Morna Fest, no dia 2 de Dezembro, com actuação de Assol Garcia, Solange Cesarovna, Maria de Barros, Leontina Fortes, Arlindo Rodrigues, Mário Martas, Tiolino, Gut Matias e Luís Mariano.

A actuação desses artistas terá como suporte uma banda formada pelos músicos Bau Almeida, Carlos Matos, Jacinto Pereira, Stephan Almeida, Ivan Moreira, Ericson Fonseca e Tey Santos.

O concelho de São Filipe, na ilha do Fogo, vai receber o Morna Fest no dia 7 de Dezembro, com actuação de Assol Garcia, Solange Cesarovna, Maria de Barros, Yacine Rosa, Arlindo Rodrigues, Mário Martas e Dudu Araújo.

A estreia na ilha Brava acontece no dia 9 de Dezembro, com actuação de Assol Garcia, Solange Cesarovna, Maria de Barros, Rosa Borges, Yacine Rosa, Arlindo Rodrigues, Mário Marta e Dudu Araújo.

Na Cidade da Praia, o Morna Fest chegará no dia 15 de Dezembro, com actuação de Assol Garcia, Maria de Barros, Ineida Moniz, Mário Marta, Zeca di Nha Reinalda, Dudu Araújo, Tiolino e Jorge Sena.

Já a ilha de São Vicente receberá o Morna Fest no dia 16 de Dezembro, com actuação de Assol Garcia, Maria de Barros, Mário Marta, Sandra Horta, Zeca di Nha Reinalda, Dudu Araújo, Tiolino e Jorge Sena.

O sócio gerente da Boa Música, Júlio do Rosário, organizador do evento, frisou que nesta edição o músico Humbertona será homenageado em todos os concelhos onde acontece o festival.

“Humbertona deixou um extraordinário legado na história da morna merecendo reconhecimento. Este grande artista e amante da morna, com as suas habilidades únicas no violão, deixou uma marca indelével na música de Cabo Verde”, acrescentou Júlio do Rosário.

Conforme referiu, vai ser uma noite repleta de música e emoção, celebrando a essência da morna. “Junte-se a nós, na Assembleia Nacional, para vivenciar performances incríveis de dez artistas que irão encantar seus corações. Uma celebração única com vozes extraordinárias e melodias que nos transportam para a alma de Cabo Verde”.

Há artistas que se oferecem para participar gratuitamente, principalmente aqueles que vem de fora do país. Por exemplo, “este ano temos Maria de Barros, que se disponibilizou em estar connosco no festival e vai actuar na ilha de São Nicolau. Ela vive a morna e quer dar o seu contributo e disponibilizou gratuitamente para participar no Morna Fest”, indica.

Júlio do Rosário explica que, de uma maneira geral, os artistas são convidados pelos trabalhos que colocam no mercado. “Sabemos que muitos artistas pedem um determinado montante que não podemos pagar. Existem outros que gostaríamos de convidar, mas infelizmente fica só num convite, porque não temos possibilidade de pagar o que pedem, pelo que contamos com aqueles que durante o ano fez um trabalho à volta da morna, da música e da cultura. Com isso, acabamos por seleccionar quem convidamos”.

Este ano têm novidades como Ineida Moniz que vai estar no espectáculo na Cidade da Praia. Sandra Horta é uma das novidades para São Vicente. Mário Marta vai estar nos cinco espectáculos. Carlos Matos, que é um pianista com muito crédito, residente na Holanda, vai estar em todos os espectáculos.

Stephan Almeida, filho de Bau, vai estar em todos os espectáculos. Zeca di Nha Reinalda vai, pela primeira vez, participar no Morna Fest. “Conseguimos juntar um leque de artistas, que nos sentimos satisfeitos, para continuarmos a promover a morna – música rainha da nossa terra”.

Expectativa

Para Júlio do Rosário, a expectativa para esta edição é alta. “Estou satisfeito com o cartaz que conseguimos montar para as ilhas, onde vamos estar dentro das nossas necessidades financeiras e das parcerias das Câmaras Municipais e dos parceiros que conseguimos ter”.

“Todos os anos temos trabalho árduo, mas sempre agradecemos os parceiros e patrocinadores que têm estado conosco. A expectativa é alta, serão duas semanas de grande convívio. Já estamos em ensaio e é um ensaio forte que vai até o dia 2 de Dezembro, quando acontece o primeiro espectáculo, depois é continuar o convívio e os ensaios dos espectáculos seguintes.

Morna

No dia 3 de Dezembro, celebra-se o Dia Nacional da Morna, data instituída em Dezembro de 2018 tendo o Parlamento cabo-verdiano consagrado o dia do nascimento do compositor mindelense Francisco Xavier da Cruz (B.Léza), fazendo dele um dia de homenagem permanente a todos os compositores, músicos e intérpretes da morna. 

Texto originalmente publicado na edição impressa do Expresso das Ilhas nº 1148 de 29 de Novembro de 2023.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,2 dez 2023 8:30

Editado porDulcina Mendes  em  18 mai 2024 23:29

1

pub.

pub.

pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.