Alinhados

PorFrancisco Carapinha,17 mai 2020 8:52

As declarações do Sr. Ministro do Desporto e o que a nossa imprensa disse e escreveu após a reunião, realizada na passada sexta-feira, entre as federações desportivas nacionais e o responsável governamental pelo desporto cabo-verdiano, talvez pudessem dar a entender que havia um desalinhamento entre o xadrez e os outros desportos relativamente às medidas a tomar na luta contra a pandemia da COVID-19.

Não é verdadeira esta conclusão absurda, pois o xadrez sempre quis estar na linha da frente no combate à propagação do vírus e exemplo disso é que fomos os primeiros a cancelar, em 11 de Março p.p., a realização de um evento, neste caso o Open Internacional de Cabo Verde, marcado para se iniciar em finais de Abril. Fomos também dos que mais incentivou os seus atletas a ficarem em casa com a realização de competições online às quais associamos o lema: “Fico em casa. Jogo Xadrez!”.

O que não podíamos era concordar que a nossa época terminasse já, conforme foi proposto na referida reunião, pois enquanto grande maioria dos desportos estão no final da época, o xadrez, pelo contrário, está no início, pois a nossa época desportiva, à semelhança do que acontece com a FIDE (Federação Internacional de Xadrez), é coincidente com o ano civil, ou seja, só em 31 de Dezembro é que fechamos a época actual. Além disso, terminando agora, oficialmente, a época, teríamos de encerrar também as competições online, que em nada contribuem para a propagação pandémica, sendo, pelo contrário, uma actividade que contribui para que essa propagação não aconteça.

Os diversos desportos não podem ser todos avaliados pela mesma bitola, conforme referiu na reunião, o Sr. Presidente da Federação de Ténis, facto pelo qual, ao xadrez foi dada a possibilidade de continuar com a sua época desportiva podendo continuar a realizar as suas competições online mantendo, até ao próximo mês de Outubro, a suspensão das competições presenciais, altura em que deverá ser feita uma avaliação da situação verificando se existem condições dos xadrezistas nacionais voltarem às salas físicas para competirem.

Imediatamente, após a reunião de sexta-feira, a direcção da FCX reuniu-se para analisar o que aí se tinha passado e deliberar sobre o que fazer nos 7 meses restantes da época de 2020. Por unanimidade foi decidido continuar com as actividades on-line, estudando a possibilidade de realizar pelo menos um Campeonato Nacional de Equipas, a participação em competições internacionais a nível de selecções, incluindo matches amigáveis, a realização de treinos e outras actividades que surjam e que se enquadrem no plano programático da FCX.

Relativamente às actividades presenciais, também por unanimidade, foi deliberado que continuem suspensas até Outubro, altura em que será reavaliada a hipótese de realização de competições presenciais. Caso isso seja possível e devido à escassez de tempo, serão privilegiadas duas competições:

O Campeonato Nacional Individual Absoluto, por ser a prova principal do xadrez nacional. Esta prova, se se vier a realizar, irá disputar-se em moldes diferentes de épocas anteriores;

Os Campeonatos Nacionais de Jovens, a serem realizados preferencialmente nas férias de Natal, sendo que o privilégio atribuído a estes Campeonatos é devido ao facto de não sendo realizados este ano, impedirá atletas, que no próximo ano pertencerão a outro escalão, competirem no seu escalão actual.

Verifica-se que efectivamente o xadrez está alinhado com os outros desportos e com o Ministério da tutela, já que a competição presencial só acontecerá se houver condições sanitárias para tal, e desde que seja possível respeitar todos os protocolos, obrigações e recomendações que sejam emanadas pelo Governo e outras entidades competentes.

Mas, até que o xadrez possa ser jogado presencialmente, vamos continuar todos alinhados, participando nas competições online, este Domingo com um torneio comemorativo do Dia do Município da Praia, e seguindo sempre o nosso lema:

FICO EM CASA.

JOGO XADREZ!”.

image

Texto originalmente publicado na edição impressa do Expresso das Ilhas nº 963 de 13 de Maio de 2020. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Francisco Carapinha,17 mai 2020 8:52

Editado pormaria Fortes  em  2 jun 2020 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.