Em 2021 número de hóspedes diminuiu 18,4% face a 2020

PorSheilla Ribeiro,31 mar 2022 10:15

Em 2021, a hotelaria registou mais de 169 mil hóspedes, correspondendo a uma diminuição de 18,4% face ao ano de 2020, conforme revelou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Os dados sobre Estatísticas do Turismo- Movimentação de Hóspedes, revelam que no mesmo período, as dormidas diminuíram 27,1%.

Conforme o INE informa, em todos os trimestres de 2021, verificou-se acréscimos significativos nos hospedes e nas dormidas face ao ano 2020, excepto no primeiro trimestre, que se verificou um decréscimo de 93,5 e 97,4, respectivamente.

O maior acolhimento se verificou no quarto trimestre (87 751 hospedes). No mesmo período verificou-se o maior valor das dormidas, 488 491.

A análise por tipo de estabelecimentos, revela que os hotéis continuam sendo os estabelecimentos hoteleiros mais procurados, representando 88,9 % do total das entradas. Seguem-se as pensões, as residenciais e os hotéis apartamentos, com cerca de 4,5%, 3,3% e 2,0%, respetivamente.

Relativamente às dormidas, os hotéis representam 94,2%, as pensões 2,4% e as residenciais 1,8%.

A análise por tipo de estabelecimentos, revela que os hotéis continuam sendo os estabelecimentos hoteleiros mais procurados, representando 88,9 % do total das entradas.

Seguem-se as pensões, as residenciais e os hotéis apartamentos, com cerca de 4,5%, 3,3% e 2,0%, respectivamente. Relativamente às dormidas, os hotéis representam 94,2%, as pensões 2,4% e as residenciais 1,8%.

A Ilha do Sal, continuou a ter maior acolhimento, com 45,1% do total das entradas, seguida da ilha de Santiago com 25,2% e da Boa Vista, com 13,7%. Em relação às dormidas, Sal com 61,3%, Boa Vista com 20,9% e Santiago, com 9,6%.

Os dados revelam que o principal mercado emissor de turistas, no ano 2021, passou a ser Portugal com 16,8% do total das entradas, a seguir vêm Alemanha com 10,0%, Países Baixos com 6,8% e Reino Unido com 6,6%.

Relativamente às dormidas, Portugal também permanece no primeiro lugar com 17,1% do total, seguido de Alemanha com 13,0%, Reino Unido com 11,4% e Países Baixos com 8,4%.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sheilla Ribeiro,31 mar 2022 10:15

Editado porAndre Amaral  em  13 ago 2022 23:28

pub.
pub.
pub.

pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.