Destaques da edição 953

PorExpresso das Ilhas,4 mar 2020 0:41

Nesta edição, o Expresso das Ilhas destaca a entrevista com Ulisses Correia e Silva, por ocasião do XII Congresso do MpD: “Estar na política é uma missão de serviço ao país, o partido é apenas um instrumento”.

Depois de ter reeleito Ulisses Correia e Silva como presidente do MpD, o Movimento para a Democracia vai realizar a XII convenção nacional, entre os dias 6 e 7 deste mês, para eleger os órgãos do partido. A moção que vai apresentar, os ciclos políticos que se aproximam, os discursos populistas e a oposição, são alguns dos temas desta entrevista do líder do MpD, e actual Primeiro-Ministro, ao Expresso das Ilhas.

Também as propostas de alteração da legislação penal para reforçar a justiça e combater a impunidade. Foi apresentado na Praia nos dias 2 e 3 de Março os projectos de Lei que alteram os Códigos Penal e do Processo Penal cujas alterações preveem a extinção do Termo de Identidade e Residência (TIR) como medida de coação, o agravamento da pena aos reincidentes e o julgamento de arguidos ausentes.

Março Mês da Mulher: A vida na menopausa. Calores, aumento de peso, desaparecimento da menstruação, perda de líbido e ressecamento vaginal são alguns dos sintomas que indicam a chegada da menopausa. Isso geralmente nas mulheres com idades compreendidas entre os 45 e os 50 anos. Mas há casos em que este estado chega precocemente ou tardiamente. A verdade é que algumas vivem esta fase de forma severa.

Renaldo Rodrigues, Presidente do Serviço Nacional de Protecção Civil: O maior desafio é criar os serviços municipais de protecção civil. O Dia Mundial da Protecção Civil comemorou-se, este ano, em Santo Antão. Em declarações ao Expresso das Ilhas, o Presidente do Serviço Nacional de Protecção Civil, Renaldo Rodrigues, diz que há trabalho feito na melhoria do serviço mas assegura, também, que “há sempre espaço para melhoria”. Quanto ao acompanhamento da epidemia de coronavírus diz que “tem sido o Ministério da Saúde a assumir a coordenação das acções” e que a Protecção Civil faz “parte da equipa que está a elaborar os planos, que está a acompanhar a situação”.

Standard&Poors prevê crescimento estável: Abrandamento na chegada de turistas é o maior risco. A agência de ‘rating’ Standard & Poor’s (S&P) disse esta segunda-feira que a principal ameaça ao crescimento sustentado da economia de Cabo Verde é exógena, e está relacionada com o abrandamento ou redução do número de turistas.

Índice da Prosperidade: Ambiente de Negócios continua frágil em Cabo Verde. Cabo Verde ocupa o 77º lugar no Índice de Prosperidade Legatum 2019. O país pontua bem em “Liberdade Pessoal” e “Ambiente Natural” mas é fraco no “Ambiente de Investimento”, salienta o estudo. “Saúde” foi o indicador que mais melhorou em uma década.

No interior, a opinião de Eurídice Monteiro, Mãe crioula, mulher orgulhosamente só; de Adriana Carvalho, mais um espaço com história, o actual Centro Nacional de Arte, Artesanato e Design; e de Luís da Graça Morais, A política nos transportes marítimos inter-ilhas.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,4 mar 2020 0:41

Editado porDulcina Mendes  em  7 abr 2020 17:19

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.