Edição 1149

PorExpresso das Ilhas,6 dez 2023 0:00

Destaque na edição desta semana para a entrevista com Ulisses Correia e Silva sobre a COP28.

Primeiro-ministro esteve no Dubai onde participou na conferência do clima da ONU, COP28, que decorre desde 30 de Novembro e até dia 12. Em entrevista ao Expresso das Ilhas, Ulisses Correia e Silva aborda os impactos que as alterações climáticas têm nos Pequenos Estados Insulares (SIDS na sigla em inglês) e defende que agricultura, alimentação e alterações climáticas são temas que estão intimamente ligados. “A realidade está a mostrar que os sistemas agro-alimentares são muito vulneráveis às alterações climáticas”, aponta, garantindo que Cabo Verde se comprometeu a “acelerar e reforçar a integração da agricultura e dos sistemas alimentares na acção climática” e vice-versa.

Também em destaque a evolução dos casos de dengue no país.

A epidemia de dengue em Cabo Verde, que se tem concentrado nas ilhas do Fogo e na cidade da Praia, continua a somar casos. Os primeiros casos foram identificados há cerca de um mês, mas, desde então novas infecções têm surgindo a ritmo diário. Neste momento, há 220 casos suspeitos e 60 confirmados. As autoridades instam à colaboração de todos para combater o mosquito vector, especialmente dentro das residências.

Falamos também sobre transporte marítimo interilhas.

Dívida do Estado à CV Interilhas, no valor de 10 milhões de euros, está a condicionar os investimentos da empresa disse um administrador da empresa à Agência Lusa. Orçamento do Estado para 2024 prevê a chegada de dois navios ao mercado nacional.

Destaque igualmente para a reportagem sobre a integração de pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

As associações de pessoas com deficiência consideram que o maior obstáculo no acesso ao mercado de trabalho é o preconceito na sociedade e nas entidades empregadoras, tanto públicas quanto privadas, que subestimam a capacidade do deficiente e criam barreiras substanciais no acesso ao emprego.

Nesta edição do Expresso das Ilhas abordamos, também, a formação profissional e o acordo assinado entre Portugal e Cabo Verde.

O memorando de entendimento subscrito pelos dois países prevê a consolidação do centro de excelência profissional. Em dois anos Portugal vai investir quatro milhões de euros.

Por fim, destaque para a Economia com o mais recente Index Global da Inovação.

Na relação entre PIB per capita e performance na inovação, ou seja, a inovação esperada para o nível de rendimento do país, Cabo Verde cumpre as expectativas para a sua fase actual de desenvolvimento, mas precisa de melhorar em termos de pesquisa e desenvolvimento, capital humano e na formação de cientistas e engenheiros. Estas são algumas das conclusões que podem ser tiradas do último Índex Global de Inovação (IGI). O arquipélago é o 91º país entre as 132 economias analisadas.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,6 dez 2023 0:00

Editado porAndre Amaral  em  21 fev 2024 23:29

pub.

pub.

pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.