Edição 1154

PorExpresso das Ilhas,10 jan 2024 0:15

Na edição desta semana continuamos a tentar perceber como vai ser 2024 e, desta vez falamos sobre as expectativas do sector privado.

Com a volatilidade a persistir nas relações internacionais, a incerteza económica deverá continuar em 2024. Para o presidente da Câmara de Comércio de Barlavento, Jorge Maurício, tal obriga a uma gestão atenta e dinâmica. Do Estado, espera uma administração mais célere, capaz de acompanhar o tempo dos negócios. A aguardar mexidas no Código Laboral, deseja que estas tragam mais produtividade e menos absentismo. Sobre o programa de privatizações, o líder associativo realça a necessidade de se chamarem parceiros internacionais, capazes de dar escala, e destaca o papel que pode estar reservado aos empresários nacionais.

Marcos Rodrigues, presidente da Câmara de Comércio e Serviços de Sotavento, perspectiva o ano que agora começa e defende que Cabo Verde tem potencial desaproveitado. Para o presidente da CCS de Sotavento só uma política fiscal mais justa permitirá o desenvolvimento do país e que todos paguem menos impostos.

Economista, consultor e investidor, Victor Fidalgo, falou com o Expresso das Ilhas sobre o que esperar em 2024 em termos de crescimento, turismo, aviação, privatizações, ambiente de negócios, estabilidade/instabilidade geopolítica global e também sobre a instituição que poderá acabar por marcar fortemente o ano que agora começa: o INPS.

Também em destaque está o lançamento do livro de Manuel Brito-Semedo.

Vinte anos depois de concluir o seu doutoramento, o antropólogo Manuel Brito-Semedo volta aos escaparates com uma obra sobre a cabo-verdianidade, na qual critica a africanização e narrativa única sobre a identidade nacional. O objectivo é assim, como refere o autor em entrevista ao Expresso das Ilhas sobre o conteúdo e propósito do livro, deixar para as novas gerações um ensaio que desafia a visão única vigente, forjada numa ideologia política, e apresentar as bases para uma narrativa alternativa que destaca a diversidade e dinamismo desta sociedade crioula.

A polémica relativamente ao salário da Primeira Dama continua.

Directiva assinada por Jorge Tolentino, Chefe da Casa Civil da Presidência da República, e a que o Expresso das Ilhas teve acesso, estabelece o salário da Primeira Dama justificado pelo facto de esta ter “funções a tempo inteiro”.

Falamos também sobre a vista de Tedros Ghebreyesus, Director Geral da OMS a Cabo Verde.

A visita começa a partir desta quinta-feira, 11 de Janeiro. O governo considera a presença de Tedros Ghebreyesus em Cabo Verde um marco importante no reconhecimento internacional dos êxitos do país em saúde pública, uma vez que Cabo Verde pode ser anunciado como país livre de paludismo.

Na economia damos destaque à venda das acções que o Estado detém na Caixa Económica.

Hoje tem início a sessão especial do lançamento da Oferta Pública de Venda (OPV) “Alienação de 27,44% das Ações da CAIXA detidas pelo Estado”, destinadas a investidores nacionais e estrangeiros, realizada no âmbito do processo de venda da participação do Estado na Caixa Económica de Cabo Verde, no montante de 381.904 acções.

Destaque igualmente para os desafios da Previdência Social no que respeita aos trabalhadores informais.

Depois de uma vida laboral marcada pela ausência ou pouca contribuição previdenciária, surge na velhice a indagação sobre as medidas a serem adoptadas. Afinal, continuam as despesas, inclusive para com a saúde. A verdade é que a realidade das aposentadorias no país revela um cenário inquietante, em que após décadas dedicadas ao trabalho, numerosos idosos encontram-se às voltas com pensões inadequadas, a ausência de cobertura de seguros e a carência de previdência, enfrentando obstáculos complexos. Nesta reportagem trouxemos o relato de quem, devido à escassez de recursos financeiros, se vê obrigado a continuar a trabalhar para garantir a sua subsistência, mesmo em idade avançada e também o desafio crescente para o Estado relativamente ao regime previdenciário não contributivo

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,10 jan 2024 0:15

Editado porAntónio Monteiro  em  10 jan 2024 15:13

pub.

pub.

pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.