G7 vai coordenar resposta ao coronavírus

PorExpresso das Ilhas, Lusa,2 fev 2020 20:51

​Os países do G7, grupo dos mais industrializados do mundo, vão concertar-se para uma resposta ao novo coronavírus que surgiu na China, anunciou hoje o ministro da Saúde alemão, após uma conversa telefónica com o seu homólogo norte-americano.

“Concordamos que deve haver uma conferência telefónica dos ministros da Saúde do G7” para encontrar uma resposta “uniforme”, explicou Jens Spahn, numa altura em que a epidemia já provocou mais de 300 mortos.

O grupo dos países mais industrializados do mundo (G7) é composto pela Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido.

A China elevou hoje para 304 mortos e mais de 14 mil infectados o balanço do surto de pneumonia provocado por um novo coronavírus (2019-nCoV) detectado em Dezembro passado, em Wuhan, capital da província de Hubei (centro).

As Filipinas anunciaram também hoje a morte de um cidadão de nacionalidade chinesa, vítima de uma pneumonia causada pelo coronavírus, a primeira vítima fatal fora da China.

Além do território continental da China e das regiões chinesas de Macau e Hong Kong, há mais casos de infecção confirmados em 24 outros países.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou na quinta-feira uma situação de emergência de saúde pública de âmbito internacional (PHEIC, na sigla inglesa) por causa do surto do novo coronavírus na China.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,2 fev 2020 20:51

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  28 out 2020 23:21

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.