Kiev diz ter repelido "todos os ataques" nos arredores de Donetsk

PorExpresso das Ilhas, Lusa,5 jun 2023 8:11

A Ucrânia disse hoje ter repelido "todos os ataques inimigos perto da cidade de Marinka", nos arredores de Donetsk, ocupada pela Rússia, que se tornou o novo alvo das forças russas no leste do país.

"O inimigo lançou um ataque aéreo à cidade [Marinka]", refere o relatório militar diário do Estado-Maior das Forças Armadas da Ucrânia, que fala dos ataques de artilharia russa contra Marinka e a outros dois municípios da área.

O Ministério da Defesa da Rússia confirmou que a unidade especial chechena Ajmat está a participar activamente na luta pela captura de Marinka e da cidade vizinha de Avdivka, desempenhando o papel de tropas de assalto que os mercenários do grupo Wagner desempenharam em Bakhmut.

Depois de ter declarado a captura total de Bakhmut, a Rússia está a tentar tomar Marinka e Avdivka, duas cidades nos arredores da capital da região de Donetsk, no leste da Ucrânia e ocupada pelos russos.

O relatório ucraniano disse hoje que "o adversário não realizou nenhuma operação ofensiva" nas últimas 24 horas em Avdivka.

O Estado-Maior das Forças Armadas da Ucrânia revelou ainda que foram lançados, nas últimas 24 horas, 15 ataques aéreos contra concentrações de tropas russas nos territórios ucranianos ocupados e que

O relatório refere também que seis 'drones' de reconhecimento russos foram interceptados e que as forças ucranianas atingiram com mísseis e artilharia três postos de comando, duas concentrações de armas e equipamentos militares, quatro depósitos de munições, dois sistemas de mísseis antiaéreos e quatro estações de controle electrónico russas.

Horas antes, a Rússia disse ter repelido uma "ofensiva em larga escala" ucraniana na região de Donetsk, no domingo, na qual 250 militares ucranianos foram mortos e 16 tanques, três veículos de combate e 21 blindados ucranianos foram destruídos.

Até ao momento, as autoridades ucranianas não confirmaram qualquer ofensiva em Donetsk, uma das quatro regiões do leste da Ucrânia que a Rússia anexou ilegalmente no Outono passado.

Também um oficial das autoridades russas na região de Zaporijia, no sul da Ucrânia, Vladimir Rogov, afirmou que as forças ucranianas atacaram hoje as posições russas.

"Esta manhã, as forças ucranianas lançaram um ataque e em maior escala do que ontem [domingo] (...). A situação é alarmante", indicou, citado pela agência de notícias oficial russa TASS.

Há meses que Kiev afirma estar a preparar-se para uma grande ofensiva contra as forças de ocupação de Moscovo, numa tentativa de reconquistar territórios perdidos desde a invasão russa, que começou em Fevereiro de 2022.

Num vídeo divulgado no domingo, os líderes militares ucranianos disseram que não haveria qualquer anúncio público sobre o início da ofensiva.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,5 jun 2023 8:11

Editado porAndre Amaral  em  29 fev 2024 23:28

pub.

pub.

pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.