Prisão preventiva para homem suspeito de matar ex-companheira à facada

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,28 dez 2018 15:26

​O Tribunal da Comarca do Sal decretou hoje prisão preventiva ao indivíduo suspeito de matar a ex-companheira à facada, no dia 14, em Alto São João, ilha do Sal, revelou fonte judicial.

De acordo com a Inforpress, o suspeito, que desde então se encontrava na cidade da Praia sob cuidados médicos, no Hospital Agostinho Neto, foi mandado para a ilha do Sal onde foi nesta manhã ouvido em primeiro interrogatório.

Recorde-se que o caso que vitimou Vanessa Tavares, de 24 anos, mais conhecida por Melany, natural de Santiago, ocorreu por volta das 07:00 do dia 14 de Dezembro, no bairro de Alto São João, perpetrado pelo ex-companheiro.

Conforme relatos de vizinhos e pessoas chegadas, o presumível assassino, que se encontrava na cidade da Praia, há alguns meses, tendo, entretanto, desembarcado um dia antes do ocorrido no Sal, não terá aceitado o fim da relação, pondo fim à vida da ex-companheira, Melany.

A vítima, que deixou dois filhos menores, um de 7 e outro de 3 anos, saiu à procura de socorro, mas não resistiu aos ferimentos, tendo caído prostrada no chão, no centro do bairro.

Uma das testemunhas contou à Inforpress que o homem, depois de esfaquear Melany, terá ingerido uma substância e corrido para a estrada que dá acesso à Palmeira, onde tentou atirar-se contra uma viatura.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,28 dez 2018 15:26

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  19 set 2019 23:22

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.