Utentes do HBS reclamam do novo sistema de marcações

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,2 abr 2019 8:07

Utentes do Hospital Baptista de Sousa (HBS), no Mindelo, estão descontentes com o novo sistema de marcações, que consideram “só ter trazido problemas” e aumentado o tempo de espera, “às vezes com mais de cinco horas”.

A nova organização reuniu, desde há alguns meses, as marcações de consultas, análises e outros exames, todos na Central de Consultas, medida que, segundo a utente Filomena Silva, não tem servido aos utentes “e só trouxe problemas”.

“Então uma pessoa quer marcar uma consulta ou uma análise, vem às oito horas e só consegue despachar-se depois do meio-dia, treze horas, perdendo até um período do dia no trabalho”, lança, pedindo a revisão da medida.

“É uma tremenda perda de tempo, que tem trazido muitos constrangimentos aos sanvicentinos", alerta.

Ricardino Coelho também é da mesma opinião e considera que o funcionamento do sistema de marcações está “bem pior”, em comparação ao período em que estas eram feitas em sectores diferentes.

“As pessoas vêm para cá, até com crianças, e ficam horas e horas à espera para marcar uma consulta ou uma análise que depois espera-se mais de um mês para serem feitas”, diz o utente.

João Andrade, bem mais crítico, acredita que a situação está “bem montada” para direccionar as pessoas ao privado.

“Ficamos aqui horas e horas à espera, desistimos e vamos para clínicas privadas”, advoga

Aguarda-se para esta terça-feira uma reacção do Hospital Baptista de Sousa às queixas dos utentes.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,2 abr 2019 8:07

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  29 dez 2019 23:21

pub.
pub.
pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.