Homicídio e abuso sexual de menor marcam fim-de-semana em São Vicente

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,22 abr 2019 14:35

O homicídio de uma mulher, 40 anos, no bairro Casa para Todos, em Chã de Marinha, e um caso de abuso sexual de uma menor de sete anos marcaram o fim-de-semana de ocorrências policiais em São Vicente.

Segundo o comandante do Estacamento do Corpo de Intervenção e Piquete da Polícia Nacional (PN), Madelino Luz, o homicídio ocorreu na tarde de sábado, 20, quando uma mulher de 40 anos, mãe de quatro filhos menores, foi agredida “a golpes de martelo na cabeça” pelo seu companheiro, tendo falecido no local.

O homem de 33 anos, pedreiro de profissão, presumível autor do crime, segundo a mesma fonte, após o acto entregou-se na Esquadra do Mindelo, onde se encontra detido, e deve ser presente ainda hoje ao poder judicial.

Quanto ao caso de violação, Madelino Luz explicou que se tratou de uma menina menor de sete anos que foi abusada por um homem de 52 anos, na residência da avó da vítima, em Chã de Faneco.

O responsável policial explicou que foi a avó da menor que flagrou o caso, numa das dependências da sua própria residência, e que, de imediato, accionou a polícia que se deslocou ao local, tomou conta da ocorrência e deteve o presumível autor da violação.

O balanço de ocorrências na quadra pascal, de quinta-feira, 18, a domingo, 21, registou ainda o aparecimento de um cadáver na localidade de Pé de Verde, de um indivíduo do sexo masculino, de 56 anos, cujo corpo foi a enterrar de imediato, após perícia das autoridades sanitárias e policiais, devido ao seu estado de decomposição, mas suspeita-se de morte natural.

Relativamente a outras ocorrências na mesma data, a PN informou que as três esquadras da ilha, Mindelo, Fonte Inês e Monte Sossego, registaram 33 denúncias, 12 crimes contra pessoas e 21 contra património.

Dos crimes contra pessoas, a PN destacou cinco por ofensas à integridade física, três ameaças e quatro por violência baseada no género e, nos contra propriedade, dez furtos e 11 roubos.

O serviço de emergência, 132, por seu lado, recebeu 212 chamadas dos cidadãos que foram “prontamente atendidas” e resolvidas pelas equipas policiais, que ainda detiveram 35 indivíduos, dos quais 13 em flagrante delito, que serão entregues ao Ministério Público, e 22 para efeitos de identificação.

Relativamente ao trânsito, o comandante do Destacamento do Corpo de Intervenção e Piquete da PN, em São Vicente, deu conta de dois acidentes (embates), apenas com danos materiais leves, e a fiscalização de 90 veículos, um apreendido por falta de seguro automóvel e aplicadas ainda duas coimas no montante de 15 mil escudos.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,22 abr 2019 14:35

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  16 set 2019 23:22

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.