Comissão de Direitos Humanos apresenta manual de intervenção em condenados por crimes sexuais

PorAilson Martins, Rádio Morabeza,15 jul 2019 11:48

Zaida Morais, Jairson Gomes, Maria do Livramento Silva
Zaida Morais, Jairson Gomes, Maria do Livramento Silva(Rádio Morabeza)

A Comissão Nacional de Direitos Humanos e a Cidadania (CNDHC) fez hoje, na cidade da Praia, a apresentação do Manual de Avaliação e de Intervenção com Condenados por Crimes Sexuais.

Em declaração aos jornalistas, a presidente da CNDHC, Zaida Morais, diz que o manual é o culminar de um processo iniciado em 2016, em que se fez o perfil dos condenados por crimes sexuais contra menores em Cabo Verde

"Identificámos indivíduos com transtornos mentais graves ou mesmo pedofilia e encontrámos indivíduos com um comportamento social preocupante, indivíduos com tipologias de agressão sexual, já com uma tendência para a reincidência", explica.

Zaida Morais afirma que o Manual de Avaliação e de Intervenção com Condenados por Crimes Sexuais é um orientador para os profissionais que irão trabalhar com esta população.

"Sendo certo que apenas punir, colocar os agressores numa situação de reclusão, no nosso entender, não é suficiente para a sua recuperação, e portanto o trabalho que podemos fazer com eles a vários níveis sociais, a nível individual mesmo, será um garante de que efectivamente serão recuperados" avança.

O objectivo do manual é reforçar a intervenção dos profissionais, contribuindo para a definição de uma estratégia que promova a mudança comportamental, a partir da prevenção de comportamentos sexualmente abusivos no regresso dos reclusos à vida em sociedade, e destina-se a técnicos com formação em psicologia clínica que intervêm no processo de reinserção social de reclusos condenados por crimes sexuais, incluindo os estabelecimentos prisionais, delegacias de saúde e hospitais

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Ailson Martins, Rádio Morabeza,15 jul 2019 11:48

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  15 jul 2019 18:09

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.