Governo requisita 51 funcionários durante a greve do INMG

PorSheilla Ribeiro,27 jan 2020 16:30

Governo determinou a requisição civil de 51 funcionários do Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INMG) para assegurar a prestação de serviços meteorológicos durante a greve dos dias 28 e 29 de Janeiro.

A informação consta de um despacho publicado no Boletim Oficial desta segunda-feira, 27 de Janeiro, e entra imediatamente em vigor com a sua publicação. Serão convocados 45 funcionários de todo o país para “satisfazer as necessidades da população e evitar prejuízos” durante o período da greve pré-anunciada.

“Durante o pré-aviso de greve a Direcção Geral do Trabalho fez as diligências necessárias para a conciliação das partes, o que não se concretizou. Da mesma forma, não se conseguiu chegar a um entendimento no que diz respeito aos serviços mínimos indispensáveis para a satisfação de necessidades impreteríveis, no caso a segurança aeronáutica, no que tange à protecção e a segurança operacional, regularidade e eficiência da navegação aérea”, lê-se no BO.

A requisição civil terá a duração de 40 horas e 30 minutos, compreendidos entre as 7h30 do dia 28 de Janeiro e 24h00 do dia 30 de Janeiro de 2020.

Os serviços mínimos a serem assegurados no período da greve pelos Centros e Estações Aeronáuticas são, conforme a mesma fonte, nas Observações e mensagens Aeronáuticas METAR,  MET REPORT, SPECI e SPECIAL, previsões de Aeródromo TAF,  pelo Centro Meteo Aero Principal do Sal e alerta de mau tempo elaborado pelo Centro de Análises e Previsões Especiais  da sede do Sal.

Os trabalhadores do INMG anunciaram, no passado dia 16, uma greve nacional de dois dias, em protesto contra “a situação laboral complicada que têm enfrentado”. De acordo com o Sindicado dos Trabalhadores da Função Pública (SINTAP) a paralisação tem por objectivo exigir, nomeadamente, a reposição imediata do prémio de produtividade, que em 2018 foi reduzido em 45%, e em 2019 não foi atribuído. O INMG tem um total de cerca de 120 funcionários, de várias classes profissionais. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sheilla Ribeiro,27 jan 2020 16:30

Editado porSara Almeida  em  3 jul 2020 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.