Trabalhadores do INMG mantém greve, mesmo com requisição civil

PorLourdes Fortes, Rádio Morabeza,19 fev 2020 12:22

Trabalhadores do INMG, em São Vicente
Trabalhadores do INMG, em São Vicente

​Os trabalhadores do Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica estão em greve. O protesto começou hoje e prolonga-se por 48 horas. Requisição civil não está a ser respeitada, diz o sindicato. No caderno reivindicativo, os trabalhadores do INMG pedem, entre outros pontos, a reposição do prémio de produtividade e o descongelamento imediato de carreiras e salários dos trabalhadores.

A informação é confirmada por Luís Fortes, secretário permanente do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública (SINTAP), representante dos trabalhadores em São Vicente.

Trata-se do segundo período de greve, depois do cancelamento de idêntica paralisação, em finais de Janeiro, devido à abrangência da requisição civil decretada, na altura, pelo governo.

“A greve está a prevalecer mesmo com a requisição civil, porque consideramos que esta é ilegal, uma vez que que não foram realizados todos os trâmites até à realização de uma requisição civil”, garante o sindicalista.

O governo anunciou ontem nova requisição civil, desta vez de 55 trabalhadores, para assegurar o serviço meteorológico para as ligações aéreas.

O Sindicalista garante que os trabalhadores não estão a cumprir a medida decretada pelo executivo, que classifica de ilegal.

“Foi metida uma previdência cautelar nos tribunais precisamente para exigir ao governo o cumprimento da lei para fazer uma requisição civil, que é o ultimo recurso depois de se passar por um conjunto de procedimentos que definem os serviços mínimos durante a greve”, afirma.

“Porque é que o trabalhador não pode reivindicar os seus direitos? [o governo] Não cumpre com os direitos dos trabalhadores e ainda retira-lhes a voz e a possibilidade fazer valer os seus direitos?”, questiona.

O protesto foi convocado pelo SINTAP de São Vicente e pelo Sindicato Nacional de Transportes, Comunicações e Administração Pública do Sal (SINTCAP).

Os sindicatos acusam o executivo de descaso e de falta de vontade para resolver as reivindicações dos trabalhadores.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Lourdes Fortes, Rádio Morabeza,19 fev 2020 12:22

Editado porSara Almeida  em  12 jul 2020 23:20

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.