Técnicos chineses que chegaram para trabalhar na montagem do Mindel Floating Music Hub em quarentena voluntária

PorInforpress,18 fev 2020 6:11

1

Três técnicos chineses que chegaram em São Vicente para trabalhar na montagem do projecto Mindel Floating Music Hub, da África Development Solutions, estão a cumprir quarentena voluntária.

Este esclarecimento foi feito à Inforpress pelo delegado de Saúde, Elísio Silva, que contraria a informação de que os técnicos já estão a trabalhar.

Segundo este responsável, quando os técnicos chegaram na ilha eles foram avaliados pelas autoridades sanitárias que cumpriram todas normas de prevenção emanadas pelo Ministério da Saúde.

Acrescentou ainda que até agora os três chineses continuam a ser acompanhados diariamente pela Delegacia de Saúde de São Vicente, porque o período de quarentena dura cerca de 14 dias.

“Foram recebidos no aeroporto. Levamos um tradutor da Associação de Amizade China-Cabo Verde para conversar com eles e a Embaixada da China em Cabo Verde também falou com eles”, afirmou o delegado.

A mesma fonte explicou que os técnicos não estão a trabalhar ainda na montagem do projecto porque ainda cumprem a quarentena.

No entanto, indicou que os chineses, que se encontram num apartamento, são acompanhados todos os dias pela Delegacia de Saúde que lhes mede a temperatura e até agora não apresentaram sintomas suspeitos do Covid-19.

“Eles já estão cá há cerca de 10 dias e vieram fazer um trabalho de 15 dias. Eles vão montar apenas algumas coisas. Vamos visitá-los todos os dias na casa onde estão e medimos-lhes a temperatura”, arrematou Elísio Silva, que afirmou que os chineses já tinham cumprido quarentena de 30 dias nas regiões onde se encontravam.

Por isso, sustentou que daqui a quatro dias quando terminar o período de quarentena voluntário serão liberados caso não apresentarem sintomas.

O Mindel Floating Music Hub, que está a nascer no Mindelo, é uma instalação contemporânea de música e entretenimento cujo objectivo principal é promover o intercâmbio entre músicos locais e internacionais.

Trata-se de um projecto que vai abranger um espaço de 50 metros entre a praia e a baía à frente da Avenida Marginal e inclui a construção de um estúdio de gravação “de alto nível”, uma escola de música e uma zona de diversão aberta ao público.

Será composto por uma praça frontal, um pontão flutuante e uma praça central e flutuante que fará a ligação com as três naves. A nave maior é uma sala de espectáculos, a média é um estúdio de música com equipamentos mordermos e a terceira nave é um pequeno bar de apoio ao espaço.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Inforpress,18 fev 2020 6:11

Editado porSara Almeida  em  30 out 2020 23:20

1

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.