Ministério da Saúde confirma caso suspeito de Covid-19 em São Vicente

PorLourdes Fortes, Rádio Morabeza,2 mar 2020 23:00

2

O ministro da Saúde confirmou esta segunda-feira um caso suspeito de coronavírus em São Vicente, que está em investigação. Segundo as autoridades sanitárias, trata-se de um cidadão nacional que esteve recentemente num evento em Portugal, no qual participou também uma pessoa com infecção por Covid-19 confirmada. Ao que a Rádio Morabeza apurou o paciente é o escritor Germano Almeida.

Numa declaração à imprensa, no Hospital Dr. Baptista de Sousa, e sem direito a perguntas, Arlindo do Rosário não avançou a identificação da pessoa, garantido apenas que esta já se encontra internada, com um quadro "estável".

O ministro da Saúde disse apenas que o caso se enquadra nos requisitos para ser analisado e despistado como tal e que a pessoa em causa esteve recentemente em Portugal, "num evento com um caso" do novo coronavírus.

“Dentro dos critérios clínicos, esse indivíduo, de nacionalidade cabo-verdiana, tem apresentado um quadro de infecção respiratória leve. Em termos epidemiológicos, tem histórico de ter estado num evento em Portugal, onde veio a se registar um caso já confirmado de infecção por coronavírus. Assim sendo, tendo em conta que reuniu os critérios clínicos e epidemiológicos para ser considerado um caso suspeito, o serviço nacional de saúde tomou as devidas previdências e neste momento está internado, já fez uma bateria de exames, inclusivamente já foi feita a recolha de material para análise de virologia, e vamos aguardar a evolução”, afirmou.

O escritor Germano Almeida regressou a Mindelo no sábado, depois de ter participado no festival literário Correntes d'Escritas, realizado de 15 a 23 de Fevereiro, na Póvoa de Varzim.

Entretanto foi confirmado que o escritor chileno Luís Sepúlveda, residente em Espanha, e que participou no mesmo festival, se encontra internado, com coronavírus.

O delegado de saúde em São Vicente, Elísio Silva, confirma que as pessoas que tiveram contacto com o suspeito de infecção estão em quarentena domiciliar.

“Entrámos em contacto de imediato com a pessoa em questão, via telefone, e através dali conseguimos a colaboração. Através dos estudos epidemiológicos e clínicos concluímos que era um caso suspeito. O suspeito foi internado, foi comunicado a todos os familiares que estiveram em contacto com ele e neste momento estão em quarentena domiciliar e a seguir todas as indicações da delegacia”, acrescentou.

Segundo o delegado de saúde de São Vicente as estruturas de saúde locais têm estado a seguir as directrizes da OMS e da direcção nacional da saúde, com controlo "apertado” no porto e aeroporto.

Elísio Silva pede calma e tranquilidade e afirma que não há razões para alarme.

Recorde-se que na semana passada o governo suspendeu, durante três semanas, os voos provenientes da Itália, devido à propagação do Covid-16 naquele país europeu.

A epidemia de Covid-19, provocada por um novo coronavírus, que teve origem na China, em Dezembro de 2019, já infectou 90 mil pessoas em quase 70 países, de cinco continentes. Mais de 3 mil já perderam a vida.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o surto como uma emergência de saúde pública internacional e aumentou o risco para "muito elevado".

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Lourdes Fortes, Rádio Morabeza,2 mar 2020 23:00

Editado porSara Almeida  em  8 abr 2020 13:19

2

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.