COVID-19: Mais um caso positivo em Cabo Verde

Uni-CV recomenda quarentena a professores provenientes de países infectados

PorSheilla Ribeiro,9 mar 2020 17:18

A Universidade de Cabo Verde (Uni-CV) está a preparar os seus serviços para compensar a ausência de professores e funcionários que regressarem de países infectados pelo Coronavírus durante os 15 dias de quarentena, caso haja necessidade.

A informação foi avançada hoje à imprensa pela reitora Judite Nascimento à margem de uma Palestra de Informação sobre o COVID-19 aos trabalhadores e estudantes da Uni-CV.

“Apesar de ainda não haver um plano de contingência nacional e ainda não haver um plano de contingência da própria universidade, estamos a preparar-nos. Nós já enviamos uma mensagem a toda a comunidade prevenindo às pessoas que vêm de países afectados, que quando cheguem ao Cabo Verde tomem as providências necessárias para uma quarentena de pelo menos duas semanas”, garantiu.

Conforme informou, há pelo menos sete funcionários em zonas afectadas pelo vírus. Por isso, prosseguiu a reitora, a universidade está a sensibilizar as pessoas para que tomem medidas antes de chegarem a Cabo Verde, e ao chegarem que tomem as precauções necessárias para impedir a propagação de uma eventual infecção.

Judite Nascimento declarou ainda que a palestra é “importante” pelo facto de, na universidade, estar “muita gente junta no mesmo espaço”, sendo que a mesma, em caso de chegada do vírus ao país pode tornar-se numa área de contaminação rápida.

“Consideramos que este é o momento certo porque ainda não temos casos suspeitos nem na universidade, nem em Cabo Verde. O momento certo para nos reunirmos, informarmos e a partir de agora tomarmos realmente as medidas que se revelam necessários”, considerou.

Por usa vez, a presidente do Instituto Nacional da Saúde Pública (INSP), Maria da Luz Lima, aconselhou os professores que ao regressarem, tenham em atenção “cuidados básicos”. No caso de sentirem indisposição, recomendou, devem ficar em casa para evitar o risco de transmissão.

“Sobretudo utilizar máscaras. Não são os estudantes que vão utilizar a máscara, mas é o professor caso tenha algum sintoma ou esteja mal disposto. Mas é sempre bom antes de fazer qualquer actividade contactar o número 800 11 12 que é para ter mais informações sobre o que fazer exactamente”, proferiu.

Isto porque, de acordo com Maria da Luz Lima, as recomendações dependem do país de onde a pessoa vem, que sintomas sente, como é o seu estado imunitário, entre outros critérios que têm de ser analisados.

A palestra de Informação sobre o COVID-19 enquadra-se no âmbito da campanha de comunicação e informação sobre o vírus, promovida pelo Instituto Nacional de Saúde Pública para os trabalhadores e estudantes da UNICV.

O objectivo é sensibilizar os trabalhadores e técnicos para importância da prevenção da Infecção pelo COVID-19 e evitar a propagação da doença.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sheilla Ribeiro,9 mar 2020 17:18

Editado porSheilla Ribeiro  em  4 abr 2020 23:21

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.