Governo estabelece teletrabalho para pais de crianças que frequentam creches

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,24 mar 2020 15:53

1

O Governo decidiu estabelecer a medida de teletrabalho para pais que exerçam poder paternal de crianças que frequentam a creche. O trabalhador, em concertação com a entidade empregadora, caso possua as condições logísticas necessárias, pode assim trabalhar a partir de casa, de modo a poder cuidar dos filhos.

A publicação do Boletim Oficial de 23 de Março estabelece medidas excepcionais e temporárias de resposta à epidemia COVID-19, a adoptar pelas creches que prestam cuidados dirigidos a crianças com idade compreendida entre os zero e os três anos.

De acordo com o documento, a mãe, o pai ou quem exerça o poder paternal da criança que frequenta creche, em concertação com a entidade empregadora, caso possua as condições logísticas necessárias, pode ficar em casa, sob regime de teletrabalho, para garantir o cuidado das crianças.

Quanto ao funcionamento das creches, o Governo indica que todos os estabelecimentos devem adoptar e seguir as orientações sanitárias do departamento governamental responsável pela área da saúde, a fim de garantir a higiene individual, colectiva e do local de funcionamento, respeitar o número de funcionários/crianças por sala, de acordo com limite de segurança imposto para a prevenção do novo coronavírus.

Por outro lado, os responsáveis dos estabelecimentos, em concertação com a mãe, o pai ou quem exerça o poder paternal da criança, pode tomar medidas restritivas de funcionamento, para garantir a segurança dos utentes, durante o estado de contingência.

Essa medidas a adoptar pelas creches aplicam-se ainda a todos os jardins da infância que, para além das actividades educativas do pré-escolar, ofereçam serviços de cuidados às crianças dos 4 aos 6 anos.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,24 mar 2020 15:53

Editado porSara Almeida  em  7 jul 2020 23:20

1

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.