Testes a trabalhadores de quarentena na Boa Vista só daqui a uma semana – ministro da Saúde

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,30 mar 2020 15:10

1

O ministro da Saúde e da Segurança Social adiantou hoje que os trabalhadores dos hotéis que se encontram de quarentena na Boa Vista só serão submetidos aos testes de despiste da COVID-19 dentro de uma semana, para garantir a fiabilidade dos resultados.

Arlindo do Rosário falava à imprensa no final de uma visita à Inpharma e Emprofac, quando foi confrontado pelos jornalistas com os pedidos dos trabalhadores, que se encontram isolados nos dois hotéis onde foram diagnosticados casos da COVID-19, no sentido de serem realizados testes a todos, para que possam saber qual o seu estado e até quando vão ter de continuar em quarentena.

O governante disse entender a ansiedade das pessoas, mas explicou que a realização dos testes respeita orientações e directivas técnicas, por forma a garantir que os resultados sejam fiáveis.

“Não vamos fazer testes para que os resultados que saírem não serem confiáveis”, disse, acrescentando que se os testes não forem realizados no momento certo, os resultados poderão dar falsos negativos. 

“Quanto acontece um caso positivo num determinado espaço, devemos reforçar as medidas de confinamento nos quartos da pessoas, dar um período para termos a possibilidade de ter resultado que seja confiável. Normalmente é uma semana”, precisou.

Por isso mesmo, afirmou que neste momento a solução é reforçar as medidas de confinamento e esperar pelo “momento certo” para a realização dos exames.

“Significa que as medidas estão a ser reforçadas, as pessoas vão ficar nos quartos, vão seguir as indicações e daqui a uma semana vão ser realizadas testes para todo o pessoal que está la dentro. E em função desse resultado poderá haver outras soluções em termos de saída”, acrescentou.

Cerca de 400 trabalhadores dos hotéis Riu Karamboa e Riu Palace, na ilha da Boa Vista, estão em quarentena desde o dia o 19 de Março.

Os trabalhadores contavam que dentro de quatro dias sairiam, na medida em que se completavam as duas semanas da quarentena.

No entanto, no sábado foi confirmado mais um caso, desta feita de um funcionário da manutenção, pelo que o período de quarentena foi prolongado.

Os trabalhadores temem que esse período possa ser alongado cada vez que apareça um novo caso positivo e, com os riscos acrescidos, pedem que sejam todos testados e separados em função dos resultados dos exames.

Nos dois hotéis foram registados quatro dos seis casos de COVID-19 registados até o momento em Cabo Verde, sendo três turistas e um funcionário.

Os outros dois casos são de dois cabo-verdianos, na Praia, sendo um importado e outro de transmissão local.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,30 mar 2020 15:10

Editado porSara Almeida  em  21 set 2020 23:21

1

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.