COVID-19: Seis casos suspeitos em Santiago

PorAndre Amaral,13 abr 2020 18:43

Autoridades de saúde anunciaram hoje a existência de seis casos suspeitos em Santiago. Quatro estão na Praia e dois em Santa Catarina.

"Hoje foram detectados seis casos suspeitos", começou por dizer o Director Nacional de Saúde, Artur Correia, na conferência de imprensa realizada na tarde desta segunda-feira.

Segundo aquele responsável "quatro são da Praia e dois são de Santa Catarina". Artur Correia voltou a lembrar "que com o passar do tempo vamos ter mais casos suspeitos, porque estamos a correr atrás do vírus" realçando que as autoridades de saúde têm feito "uma vigilância cada vez mais intensa".

Ontem tinham sido detectados mais dois casos positivos na ilha da Boa Vista, uma mulher de 24 anos e um homem de 33 anos, que, segundo explicou na tarde desta segunda-feira o ministro da Saúde, Arlindo do Rosário, "estavam e estão num espaço destinado ao isolamento no serviço de saúde da ilha desde os dias 7 e 8 de Abril".

"Foram isolados, foram pedidas amostras para serem analisadas e o resultado foi conhecido ontem", disse o ministro.

Arlindo do Rosário disse ainda nesta conferência de imprensa que das 28 amostras recolhidas na Boa Vista, junto de trabalhadores do hotel Riu Karamboa, "há um caso que vai precisar de ser repetido porque a quantidade de material para amostra não era suficiente. As outras 25 amostras acusaram negativo".

Quanto às 29 amostras de São Vicente "incluem os quatro casos suspeitos de ontem" e dentro de "poucas horas teremos os resultados", apontou, por seu turno, Artur Correia.

Só da Boa Vista, disse Artur Correia, o laboratório de virologia já recebeu "181 amostras de trabalhadores e vamos entrar num processo de análise e de divulgação de resultados nos próximos dois ou três dias".

O Director Nacional de Saúde aproveitou, uma vez mais, para apelar e chamar a atenção das pessoas "que saíram da quarentena, na Boa Vista, porque temos informações de que estaria a acontecer uma desobediência do confinamento domiciliar, para que tenham responsabilidade, porque está nas vossas mãos a saúde dos cabo-verdianos".

Quanto ao primeiro caso detectado aqui na Praia, que já foi testado negativo por duas vezes, Artur Correia explicou que "temos critérios de alta que estão a ser cumpridos e nenhum caso tem alta se não tiver dois testes negativos no espaço de 24 horas. Este senhor está em casa há uma semana".

Já no que respeita à filha desse que foi o primeiro caso positivo da capital, quando o pai e a mãe ficaram em isolamento, "no espaço de três ou quatro dias" a investigação "naturalmente envolveu a criança que ficou em isolamento desde esse período".

Cabo Verde tem, até agora, um total de dez casos confirmados de COVID-19. A ilha mais afectada tem sido a Boa Vista onde, aliás, aconteceu o primeiro caso e onde se registou a única vítima mortal, um turista inglês de 62 anos que segundo referiram na altura as autoridades de saúde já sofria de outras patologias.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Andre Amaral,13 abr 2020 18:43

Editado porSara Almeida  em  25 set 2020 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.