COVID-19: Boa Vista e Praia com um caso suspeito cada

PorAndre Amaral,2 abr 2020 18:49

Resultados das análises ainda não são conhecidos num dia em que Artur Correia, Director Nacional de Saúde, anunciou a reorganização logística e laboratorial que permitirá a realização de análises de casos suspeitos noutros locais que não apenas na Praia.

O Director Nacional de Saúde anunciou durante a tarde desta quinta-feira, em conferência de imprensa, que as autoridades sanitárias descobriram dois novos casos suspeitos de infecção por COVID-19.

Continuando sem registar novos casos positivos de infecção , Artur Correia anunciou que "o caso suspeito do Sal deu negativo" e que hoje surgiram "dois casos suspeitos. Um caso na Praia e outro na Boa Vista".

Quanto ao caso suspeito registado em São Vicente, a amostra ainda está naquela ilha devendo ser enviada para a Praia "hoje às 19h00".

O Director Nacional de Saúde anunciou igualmente a "diminuição progressiva dos casos em quarentena domiciliar". Os números actualizados apontam agora para a existência de "127 pessoas, 224 nos hotéis. No Sal continuamos com 96 pessoas em quarentena domiciliar e 70 nos hotéis. Em São Vicente estão 12 pessoas em quarentena domiciliar".

"Boas notícias", segundo o Director Nacional de Saúde que, no entanto, alertou para que as pessoas "não baixem a guarda". "Este é um momento decisivo para Cabo Verde", destacou, reforçando ao dizer que todas as medidas tomadas pelo governo foram no sentido de "permitir que as autoridades sanitárias melhorem e aumentem a sua capacidade de vigilância e essa vigilância só pode ter sucesso com o engajamento" de todos.

Aquele responsável anunciou igualmente que as autoridades de saúde estão agora num processo de reorganização de "toda a logística em termos de transporte de amostras e testes para várias ilhas e, também, em reorganização da componente laboratorial para podermos dar vazão a eventuais demandas que possam exigir uma maior resposta". Ou seja, após esta fase de reorganização tanto logística como laboratorial haverá capacidade de realização de testes de despistagem noutras ilhas e não apenas na Praia evitando-se, assim, o constrangimento que tem sido registado no transporte das amostras para análise.

Questionado sobre o estado de saúde dos três casos positivos confirmados e activos agora em todo o país, dois na Praia e um na Boa Vista, Artur Correia voltou a dizer que estão estáveis e com evolução favorável.

Já no que respeita aos quatro casos que foram referenciados em Portugal como sendo importados de Cabo Verde, o Director Nacional de Saúde repetiu que as autoridades de saúde de Portugal continuam sem disponibilizar qualquer informação sobre quem são ou onde estiveram essas pessoas. 

"Gostávamos muito de saber a data de saída de Cabo Verde e de entrada em Portugal, em que ilha e em que hotel estiveram. Se são nacionais ou portugueses. Não temos essas informações, isto escapa ao nosso controlo, já insistimos e ainda continuo esperançoso que vamos ter essas informações. Mas se ainda não nos foram dadas é porque há alguma dificuldade em encontrar essas informações. Algo que nós compreendemos perfeitamente dada a carga de trabalho que Portugal tem em relação ao combate ao COVID-19", concluiu Artur Correia.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Andre Amaral,2 abr 2020 18:49

Editado porAndre Amaral  em  6 jun 2020 23:20

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.