COVID-19: São Vicente e Sal com casos suspeitos

PorAndre Amaral,6 mai 2020 18:32

Além dos 191 casos confirmados e de 149 internamentos, o Director Nacional de Saúde, Artur Correia, anunciou, na tarde desta quarta-feira, que as ilhas de São Vicente e do Sal registaram casos suspeitos.

Vamos a números. 

Na conferência de imprensa de hoje, Artur Correia anunciou que além dos cinco casos confirmados, na Praia, esta manhã, foram detectados mais dois casos suspeitos em São Vicente e no Sal que se vêm juntar ao caso suspeito registado ontem em São Filipe, Fogo. Havendo ainda a registar 285 amostras pendentes, sendo que a maioria é de pessoas da Praia.

Em quarentena estão 484 pessoas, 143 em quarentena domiciliar e as restantes em quarentena obrigatória.

O número de casos recuperados é de 38 em todo o país.

Questionado sobre quando poderá o sector médico privado regressar à actividade, Artur Correia explicou que "essa é uma decisão a ser tomada superiormente" e que não cabe ao Ministério da Saúde. No entanto, acredita, que após o levantamento do Estado de Emergência "o sector médico privado possa regressar ao trabalho".

Artur Correia aproveitou a conferência de imprensa para fazer um apelo à população mais jovem. "Eu queria fazer um apelo aos jovens em relação aos nossos idosos. Como sabem a COVID-19 é uma doença que apresenta gravidades acrescidas a nível dos idosos que são um grupo de risco muito sensível e que exige dos jovens atitudes positivas, comportamentos positivos para podermos proteger os nossos avós, as nossas tias, os nossos familiares mais idosos", começou por dizer acrescentando a seguir que "temos de exigir aos jovens atitudes proactivas para se protegerem a eles e aos seus familiares directos e toda a comunidade de idosos no país". Essa responsabilidade é toda nossa", concluiu.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Andre Amaral,6 mai 2020 18:32

Editado porSara Almeida  em  25 mai 2020 16:19

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.