Ainda é muito cedo para saber como é que caso de Santa Cruz foi infectado - Jorge Barreto

PorSheilla Ribeiro,15 mai 2020 18:26

1

O director do Serviço de Controlo e Prevenção de Doenças disse na tarde desta sexta-feira que ainda é muito cedo para se tentar saber como é que o caso de Santa Cruz contraiu o vírus. Entretanto, garantiu que o caso está a ser investigado.

A declaração de Jorge Barreto deve-se ao facto de o concelho de Santa Cruz ter registado hoje o primeiro caso positivo de COVID -19.

As medidas necessárias para a gestão do caso já começaram a ser tomadas, conforme assegurou aquele responsável, mas “ainda é muito cedo para tentarmos saber como é que essa pessoa de Santa Cruz foi infectada. A princípio parece que é uma pessoa que não teve muita mobilidade nos últimos tempos, embora haja relatos de que tem familiares aqui na Praia. Ainda não sabemos se poderá estar aí alguma ligação, ainda está em investigação e pode ser que nós tenhamos mais dados para esclarecer este aparte epidemiológico”, alegou.

Questionado sobre a taxa de reprodutividade do vírus, Jorge Barreto disse que tendo em conta a evolução da epidemia, especialmente na Praia, cada pessoa estaria a transmitir o vírus a, no máximo, duas pessoas em média. O que significa, explicou, que se deve esperar o surgimento de mais casos até que esse valor se aproxime de um ou menos de que um para que a situação seja considerada controlada.

Neste momento, informou Jorge Barreto, o país regista um total de seis casos suspeitos, sendo quatro na Praia, um em Tarrafal de Santiago e um em São Vicente.

“Relembrando que a definição de caso suspeito foi alargada e pessoas com manifestações respiratórias ou sintomas respiratórios que implicam na necessidade de um internamento ou de uma hospitalização”, apontou.

Em relação a casos em isolamento, dos positivos, há um total de 255 pessoas, dos quais 246 na Praia, 6 na Boa Vista, dois em Tarrafal e um em Santa Cruz. À semelhança de ontem, hoje não houve altas. Actualmente há 360 pessoas em quarentena.

Com a nova actualização, o número de infecção em Cabo Verde eleva para 326, sendo 267 na ilha de Santiago (260 na Praia, dois em Tarrafal, quatro em São Domingos e um em Santa Cruz), 56 na Boa Vista e três em São Vicente. E dos 326, há até este momento, 67 recuperados e dois óbitos.

A cidade da Praia representa 80% dos casos de COVID-19 e Boa Vista 17%. A taxa de letalidade global está em 0,6%e a taxa de letalidade em pessoas com mais de 60 anos está em 7,4%.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sheilla Ribeiro,15 mai 2020 18:26

Editado porSara Almeida  em  31 mai 2020 6:19

1

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.