Cabo Verde recebe cerca de 40 toneladas de equipamentos de protecção individual

PorDulcina Mendes,28 mai 2020 18:11

Cabo Verde recebe esta quinta-feira, mais um voo sanitário, proveniente da China, com cerca de 40 toneladas de equipamentos de protecção individual (EPI's), visando a prevenção do contágio do novo coronavírus.

Segundo uma nota do Governo, esses equipamentos de protecção individual vêm reforçar o abastecimento de todas as estruturas de saúde, Polícia Nacional e Protecção Civil.

O voo está enquadrado no projecto de Emergência em Resposta ao COVID-19, financiado pelo Governo de Cabo Verde e pelo Banco Mundial no montante total de cinco milhões de dólares americanos.

Organizado pelo Ministério das Finanças, através da Unidade de Gestão dos Projectos Especiais (UGPE), Unidade responsável pela implementação do Projecto, em articulação com o Ministério da Saúde e de Segurança Social e a Protecção Civil, o voo chegou esta tarde ao Aeroporto Internacional Amílcar Cabral, ilha do Sal.

Na sua página na rede social, Facebook, o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva disse que essa aquisição de materiais de protecção individual, entre máscaras, luvas, batas, e outros, visa garantir ao país um stock razoável de equipamentos para os próximos meses. “A protecção individual é uma prioridade nacional, pelo que temos vindo a reforçar o stock no país, através de compras e donativos”.

Ulisses Correia e Silva agradeceu ao Banco Mundial  por financiar a aquisição desses equipamentos.

Conforme a nota do Governo, com mais esta aquisição de material e equipamentos de protecção individual, pelo Estado de Cabo Verde, o país tem garantido um stock, para fazer face à pandemia, para os próximos quatro meses.

“No entanto, havendo necessidade de reforço de mais matérias, com a evolução da pandemia, o Governo irá intervir, bem como na adopção e implementação de medidas que forem essenciais a fim de se reduzir o número de infectados e assegurar o atendimento necessário aos que recorrerem às estruturas de saúde”, lê-se na nota. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,28 mai 2020 18:11

Editado porSara Almeida  em  7 mar 2021 23:20

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.