XI aniversário da elevação da Cidade Velha a Património Mundial assinalado com eventos ‘online’

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,25 jun 2020 11:24

O XI aniversário da elevação de Cidade Velha a Património Mundial, assinalado no dia 26 deste mês, não terá a habitual recriação histórica, mas ficará marcada com alguns eventos ‘online’, informou hoje à Inforpress o edil.

A Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago que assumiu a liderança da II edição da “Viagem Pela História” em 2019, recriado por ocasião da celebração do X aniversário da Cidade Velha a Património, o ataque do pirata Jacques Cassard à Ribeira Grande de Santiago, manteve o compromisso de realizar anualmente este evento.

Para este ano estava prevista a realização de mais uma recriação com a invasão de outros piratas à Ribeira Grande de Santiago, mas devido à pandemia, segundo o presidente Manuel de Pina, não vão fazer nenhuma cerimónia presencial.

Apenas, sublinhou, vão promover algumas actividades virtuais, ou seja, vão passar nas redes sociais os principais momentos da última comemoração para que as pessoas possam reviver a história.

Na última edição da “Viagem pela História”, Manuel de Pina anunciara que vai transformar a recriação histórica como uma marca da Cidade Velha e que a próxima edição será internacionalizada.

Para 2021, o edil previa a recriação da chegada de Fernando Magalhães à Cidade Velha.

Entretanto, este ano é o último mandato de Manuel de Pina, que está à frente da Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago desde 2008, depois do Movimento Para a Democracia (MpD) ter escolhido Domingos Mendes como candidato para as eleições de Setembro/Outubro próximo.

O edil disse à Inforpress que a recriação histórica é uma forma de promover o sítio, por isso acredita que qualquer pessoa que venha a assumir a câmara vai dar continuidade ao Plano Estratégico de Desenvolvimento Local no horizonte 2020/2030.

“É um plano que não é da câmara, mas sim do município, feito com todos os parceiros e actores do território e eu acho que ninguém seria louco para vir e fazer um novo plano, até porque este plano está a ser sustentado pela cooperação internacional e pelo Governo”, disse, assegurando que este plano guia o desenvolvimento do município nos próximos tempos.

Contudo, precisou, o Plano Estratégico de Desenvolvimento Local no horizonte 2020/2030 pode ser “melhorado e actualizado”.

Em matéria cultural, frisou, os “grandes eventos” fazem parte da promoção cultural e promoção do turismo que são as valências do município, portanto, reafirmou, o novo edil vai dar seguimento a esta planificação.

A Cidade Velha foi declarada Património Mundial da Humanidade no dia 26 de Junho de 2009, numa decisão da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

O processo de candidatura, que foi aprovado por unanimidade, foi liderado pelos técnicos do Instituto do Património Cultural Carlos Carvalho e Charles Akibodé.

Segundo informações disponibilizadas no site do IPC, o sítio histórico da Cidade Velha foi classificado como Património da Humanidade pelos critérios II, III e VI.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,25 jun 2020 11:24

Editado porSara Almeida  em  27 out 2020 23:21

pub.
pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.