“Estamos a dar uma resposta razoável e não há nenhum colapso”, Artur Correia

PorDulcina Mendes,10 ago 2020 19:16

O Director Nacional de Saúde, Artur Correia garantiu hoje, na conferência de imprensa sobre a situação da COVID-19 em Cabo Verde, que o país ainda não está a enfrentar nenhum colapso no sistema de saúde.

“Estamos a dar uma resposta razoável e não temos indícios de colapso do sistema de saúde, basta irem aos hospitais, é só visitarem os hospitais centrais e regionais para verem que não há nenhum colapso”, afirmou.

Artur Correia asseverou ainda que os dados transmitidos pelos laboratórios de virologia são transparentes e sem nenhuma “camuflagem”.

“Todo o mundo está apreensivo, porque de facto esta pandemia é algo de grave e todo o mundo está sempre à espera do pior, mas os dados que avancei hoje, são reais, reflectem os recolhidos directamente nas diferentes estruturas de saúde e enviados directamente para os níveis centrais”, assegurou.

No entanto, o Director Nacional de Saúde apela à confiança dos cabo-verdianos “como demonstraram no inquérito que foi feito em que mais de 90 % das pessoas estavam satisfeitas com as medidas tomadas, é preciso continuar com esta satisfação, mas ciente que estamos a enfrentar algo perigoso, grave e que mata as pessoas”.

“Já temos 32 óbitos registados e está nas nossas mãos tudo fazermos para que estejamos concentrados naquilo que é essencial, que é prevenção e controlo da doença. Tudo o resto, nomeadamente o que se passa nas redes sociais, serve para nos alertar, mas para não nos tirar daquele foco fundamental que é diagnosticar, isolar, tratar, acompanhar, tratar e manter o pais abastecido com todos os consumíveis em termos de teste e outros consumíveis em laboratórios”, indicou.

Conforme sublinhou já há algumas dezenas de profissionais de saúde no exercício das suas profissões vítimas de COVID-19, mas felizmente nenhum evoluiu para situações graves.

Sobre os dados de hoje, informou que neste momento há 47 casos suspeitos, sendo 33 no Tarrafal de Santiago, quatro Ribeira Grande de Santiago, três em Santa Catarina, dois em São Miguel, dois em São Vicente, dois no Sal e um na Praia.

"Temos 467 pessoas internadas em internamento institucional e 254 em internamento domiciliar, dos quais a grande maioria é no concelho da Praia. Em relação aos internamentos hospitalares temos 16 pacientes que estão em isolamento hospitalar incluindo dois casos que são suspeitos na ilha do Sal. Dessas pessoas que estão internadas, no Hospital Agostinho Neto temos oito, sendo que uma está em estado grave. Trata-se de um paciente que apresenta complicações em termos de insuficiência renal", afirmou.

O país registou hoje mais 42 recuperados, sendo Praia com 12, Ribeira Grande de Santiago cinco, Santa Catarina um, São Salvador do Mundo dois, São Miguel quatro, Santa Cruz sete, São Domingos um, Sal quatro e Ribeira Brava São Nicolau seis.

Com os 25 casos confirmados hoje, o país passa a contabilizar 721 casos activos, 2128 recuperados, 32 óbitos, dois transferidos e, um total de 2883 casos positivos acumulados da COVID-19.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,10 ago 2020 19:16

Editado porSara Almeida  em  19 set 2020 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.