Embaixada de Cabo Verde e faculdade portuguesa assinam protocolo para testar viajantes

PorExpresso das Ilhas, Lusa,14 out 2020 18:32

A embaixada de Cabo Verde em Portugal e a Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa (NMS/FCM) assinaram hoje um protocolo de colaboração com o objectivo de realizar testes à covid-19 em passageiros com destino ao arquipélago.

Num comunicado divulgado na rede social Facebook pela embaixada cabo-verdiana em Portugal, o acordo permitirá que cidadãos de Cabo Verde com carências financeiras, estudantes ou doentes que necessitem de transporte sejam testados à covid-19 mediante o pagamento de 50 euros, após uma requisição prévia.

Da mesma forma, funcionários da missão diplomática cabo-verdiana e funcionários públicos do país em Portugal estarão também sujeitos às mesmas condições, sendo-lhes cobrado 50 euros (cerca de 5500 escudos) por teste no acto da colheita.

Já os restantes cidadãos poderão realizar o teste de despistagem por 65 euros após uma solicitação através do endereço de e-mail covid@nms.unl.pt. No pedido deve constar o nome completo do passageiro, o endereço de e-mail para onde deve ser enviado o resultado do teste, o contacto telefónico e o número do documento de identificação ou passaporte.

De acordo com a publicação da embaixada, os pedidos devem ser feitos até cinco dias úteis antes da viagem, sendo o resultado enviado entre 24 e 36 horas úteis após a colheita.

O arquipélago de Cabo Verde contabiliza, desde o início da pandemia, 7371 casos oficiais de covid-19, incluindo 79 mortos.

Em África, há 38.868 mortos confirmados em mais de 1,5 milhões de infectados em 55 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia no continente.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e oitenta e sete mil mortos no mundo desde Dezembro do ano passado, incluindo 2.117 em Portugal.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,14 out 2020 18:32

Editado porSara Almeida  em  25 out 2020 23:20

pub.
pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.