7 concelhos com taxa inferior a 25 casos por 100 mil habitantes

PorSheilla Ribeiro,16 nov 2020 19:36

Boa Vista, Sal, Ribeira Grande de Santo Antão, Ribeira Brava, Tarrafal de São Nicolau, São Miguel e Maio têm uma taxa de incidência acumulada inferior a 25 por 100 mil habitantes. Os dados são de 2 a 15 de Novembro.

Segundo o Director Nacional da Saúde, Jorge Barreto, de 2 a 15 de Novembro foram analisadas um total de 6819 amostras, equivalentes a uma média de 486 amostras analisadas por dia. O número total de casos novos positivos foi de 482, 13% do total das amostras analisadas nesse mesmo período, representando uma média de 63 casos positivos por dia.

“Essa informação ainda é provisória porque corresponde uma parte da semana passada e ainda temos amostras pendentes que aguardamos os resultados para fazer a actualização dessa informação”, alertou.

De 19 de Outubro a 1 de Novembro, que são os 14 dias anteriores aos últimos citados, foi realizado um total de 7149 testes PCR, uma média de 510 por dia. Desses um total de 994 acusaram positivo, correspondendo a 14% do total das amostras analisadas nesse período. Uma média de casos novos de 71 por dia.

Em relação a taxa de incidência cumulada nos últimos 14 dias, a nível nacional, está em 158 por 100 mil habitantes e estava, no período de 19 de Outubro a 1 de Novembro, em 179 por 100 mil habitantes.

“Dá-nos uma impressão de que a nível nacional há uma tendência para estabilização. O facto de estarmos a vislumbrar uma tendência positiva para estabilização, não quer dizer que devamos baixar a guarda em relação às medidas de prevenção, agora cada vez mais a população deve entender o risco que estamos sujeitos e a importância da adopção das medidas de prevenção para evitar o descontrolo, a piora da situação actual”, ponderou.

Conforme os dados apresentados por Jorge Barreto, nos últimos 14 dias, 7 concelhos registaram uma taxa de incidência acumulada inferior a 25 por 100 mil. Boa Vista está com 10 por 100 mil, quando no período de 19 de Outubro a 1 de Novembro estava em 302 por 100 mil; Sal com 10 por 100 mil, estava em 12 por 100 mil, Ribeira Grande de Santo Antão com 0 por 100 mil, não teve notificação de casos nos últimos 14 dias, antes estava em 39 por 100 mil; Ribeira Brava 0 por 100 mil, antes 15 por 100 mil, Tarrafal de São Nicolau, 0 por 100 mil, estava em 19 por 100 mil; São Miguel 0 por 100 mil, era 29 por 100 mil, Maio 0 por 100 mil, estava em 13 por 100 mil.

Entre os concelhos com taxa de incidência acumulada entre 25 e 150 por 100 mil constam Paul que estava com uma taxa de incidência acumulada de 892 por 100 mil entre 19 de Outubro e 1 de Novembro, passou para 130 por 100 mil, Tarrafal de Santiago 44 por 100 mil, estava em 50 por 100 mil, Santa Cruz tem uma taxa de 58 por 100 mil, estava em 162 por 100 mil, Santa Catarina de Santiago tem 76 por 100 mil, estava em 127; São Salvador do Mundo está com 34 por 100 mil, estava com 151 por 100 mil.

“Nestes concelhos houve realmente uma tendência para diminuição da taxa de incidência acumulada comparativamente com o período de 19 de Outubro a 1 de Novembro, indicando que houve redução de casos, provavelmente melhoria na respostas, pelo que continuamos a insistir que a população mantenha o respeito pelas medidas de prevenção. Porque já temos mais do que evidências suficientes de que as nossas atitudes fazem toda a diferença nesta resposta”, referiu.

Entre os concelhos com taxa de incidência superior a 150 por 100 mil habitantes estão São Filipe com 1390 por 100 mil habitantes, estava com 1213 por 100 mil; Santa Catarina do Fogo com 307 por 100 mil, estava com 96 por 100 mil, Mosteiros com 150 por 100 mil habitantes e antes 119 por 100 mil; São Lourenço dos Órgãos 333 por 100 mil antes em 159 por 100 mil; São Vicente 177 por 100 mil, antes 54 por 100 mil; Brava com 167 por 100 mil, estava em 74 por 100 mil habitantes; Porto Novo 160 por 100 mil, antes era de 6 por 100 mil; Praia com 159 por 100 mil, estava em 215 por 100 mil, Ribeira Grande de Santiago com 152 por 100 mil, antes era 339 por 100 mil.

“Desses últimos concelhos que apresentamos com taxa de incidência cumulada nos últimos 14 dias superior a 150 por 100 mil habitantes, Praia e Ribeira Grande de Santiago, anteriormente apresentavam taxa de incidências acumulada mais elevadas e tiveram uma redução e os outros houve aumento”, destacou.

De 2 a 15 de Outubro foram registados 21 óbitos e de 2 a 15 de Novembro 8 óbitos.

O país registou hoje 18 casos novos, dos quais 14 foram na Praia, dois em São Lourenço dos Órgãos e dois em Santa Catarina do Fogo. Foram também registado 166 altas. O país passa a totalizar 9840 infecções por coronavírus, 9386 recuperados e 103 óbitos.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sheilla Ribeiro,16 nov 2020 19:36

Editado porAndre Amaral  em  26 nov 2020 20:19

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.