Vacina da AstraZeneca é "segura e eficaz", diz regulador europeu de medicamentos

PorExpresso das Ilhas,18 mar 2021 15:35

Agência Reguladora dos Medicamentos da União Europeia garante segurança da vacina da AstraZeneca

"O nosso Comité Consultivo Global para a Segurança das Vacinas chegou a uma conclusão após a revisão de casos de coágulos sanguíneos em pessoas imunizadas com a vacina da AstraZeneca contra a Covid-19. O comité chegou a uma conclusão clara e científica: esta é uma vacina segura e eficaz", indicaram hoje os responsáveis da EMA (European Medicines Agency) em conferência de imprensa.

Segundo relata o Público a "EMA avaliou casos graves de formação de coágulos sanguíneos e hemorragias (que ocorrem em simultâneo e, por isso, não são fenómenos trombóticos típicos, como a embolia pulmonar) após a toma da vacina da AstraZeneca em vários países europeus, para tentar determinar se existiria uma relação causal entre a administração da vacina e estes eventos".

"Os seus benefícios na proteção de pessoas infectadas com Covid-19 são superiores aos possíveis riscos", acrescentou Emer Cooke, diretora-executiva da EMA.

Cabo Verde está entre os países que receberam vacinas da AstraZeneca. 

Ontem em conferência de imprensa o PCA da Entidade Reguladora Independente da Saúde (ERIS), Eduardo Tavares, relatava que, como medida de precaução, a vacina da AstraZeneca ficará guardada e “bem acondicionada” até que novos dados surgissem.

Agora a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) anunciou que continua a considerar a vacina da AstraZeneca “segura e eficaz” contra a covid-19, apesar de não ter sido possível provar uma relação causal entre os casos raros de coágulos sanguíneos com diminuição de plaquetas registados em vários países. “A recomendação é para os profissionais de saúde estarem atentados a possíveis efeitos secundários”, disse Emer Cooke, directora da EMA, garantindo que mais estudos vão ser feitos.

Entretanto novos dados vieram a público relativos à vacina da Pfizer. Segundo as autoridades de saúde do Reino Unido a vacina da Pfizer já causou mais coágulos que a da AstraZeneca naquele país.

Segundo os cálculos da reguladora britânica dos medicamentos foram registados no Reino Unido 3.34 casos por milhão de pessoas na Pfizer, contra 3.09 na AstraZeneca.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,18 mar 2021 15:35

Editado porAndre Amaral  em  4 ago 2021 23:21

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.