​Cocaína apreendida no aeroporto de São Vicente com valor máximo de mercado acima dos 12 mil contos

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,23 ago 2021 15:49

1

A cocaína, em elevado estado de pureza, apreendida na última terça-feira, 17, no Aeroporto Internacional Cesária Évora, em São Vicente, tem um valor de mercado mínimo acima dos oito mil contos e máximo de 12.500 contos. Cada grama do produto, antes de corte, custa entre cinco e sete mil escudos, avançou hoje uma fonte da Polícia Judiciária (PJ), à Rádio Morabeza.

A mesma fonte confirma que a cocaína, num total de 1.798 gramas, tinha como destino a ilha de São Vicente. A sua entrada foi frustrada pela acção da Polícia Judiciária (PJ) que, em duas operações de rotina, de controlo de passageiros, por via aérea, deteve os dois brasileiros que transportavam a droga em cápsulas no estômago.

As detenções foram feitas em flagrante delito, após o desembarque em dois voos da TAP. Os indivíduos faziam o percurso Brasil-Lisboa-São Vicente.

Em comunicado emitido à data da detenção, a PJ informou que ambos os detidos, de 26 e 30 anos, traziam o produto dissimulado em cápsulas, sendo que um transportava consigo 50 cápsulas, com o peso de 650 gramas, e o outro trazia 102 cápsulas, com o peso de 1.148 gramas.

Os dois indivíduos, suspeitos da prática de crimes de tráfico internacional de drogas, estão em prisão preventiva na Cadeia da Ribeirinha.

Em apenas uma semana, a Polícia Judiciária deteve quatro cidadãos brasileiros a tentar transportar droga para o país. No dia 9 deste mês deteve, no Aeroporto Internacional da Praia, um indivíduo do sexo masculino, de 20 anos, natural do Brasil, na posse de 2.425 gramas de cocaína, dissimulada em vários objetos. A detenção foi feita após o desembarque num voo da TAP, proveniente de Lisboa (o homem tinha iniciado viagem no Brasil).

Um dia depois, a mesma força policial deteve, também no Aeroporto da Praia, uma cidadã brasileira, de 37 anos, na posse de cinco quilos e sessenta gramas de Cocaína, em elevado grau de pureza, que trazia o produto no fundo falso de uma mala de viagem. Todos são suspeitos da prática de crime de tráfico internacional de drogas e aguardam o desenrolar do processo em prisão preventiva.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,23 ago 2021 15:49

Editado porSara Almeida  em  18 out 2021 23:21

1

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.