Covid-19: Portugal oferece mais 30 mil doses de vacinas a Cabo Verde

PorExpresso das Ilhas, Lusa,30 nov 2021 9:04

Cabo Verde recebeu ontem à noite 30 mil doses de vacinas da Astrazeneca contra a covid-19 doadas por Portugal. É a terceira doação feita por aquele país a Cabo Verde.

Em nota de imprensa, o Ministério da Saúde de Cabo Verde informou que as 30 mil doses de vacinas chegaram durante a noite ao aeroporto internacional da Praia, a bordo de um voo da TAP.

“Esta acção decorre do compromisso político do Governo português de, ao abrigo da segunda fase do Plano de Acção de Combate à covid-19 nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), disponibilizar aos países parceiros para reforçar o processo de vacinação de combate à pandemia”, referiu o executivo cabo-verdiano.

Também sublinhou que a doação é resultado do “esforço conjunto” do Ministério dos Negócios Estrangeiros português, através do instituto Camões e da embaixada na cidade da Praia, e do Ministério da Saúde, através da Direcção-Geral da Saúde e da Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed).

Além das 30 mil doses de vacina da AstraZeneca a entrega inclui ainda 31.200 seringas e 30 mil agulhas.

Esta vai ser a terceira doação de vacinas de Portugal a Cabo Verde, depois de duas anteriores, primeiro de 24 mil doses, em Maio, e a mesma quantidade, em Julho.

“Com esta doação, totalizam-se 78.000 doses de vacinas doadas pelo Governo Português ao Governo cabo-verdiano, desde o início da campanha de vacinação”, contabilizou o Ministério da Saúde de Cabo Verde.

Estas 30 mil doses de vacinas vão juntar-se às 715.150 que Cabo Verde tinha recebido até agora através de vários mecanismos, elevando para um total de 745.150 doses.

Em conferência de imprensa hoje, o director nacional de Saúde, Jorge Barreto, avançou que o país já tinha utilizado quase 78% das doses de vacinas recebidas, sendo que 82,8% das pessoas já receberam a primeira dose.

Relativamente à segunda dose, avançou que Cabo Verde tem neste momento uma taxa de 67,6% de pessoas completamente vacinadas.

Desde Março de 2020, o país já registou um total acumulado de 38.363 casos positivos, dos quais há 37.949 pessoas que já tiveram alta, 44 casos activos e foram registados 349 óbitos, sendo que o último foi em 23 de Outubro, há mais de um mês.

A covid-19 provocou pelo menos 5.197.718 mortos mortes em todo o mundo, entre mais de 260,81 milhões infecções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detectado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

Uma nova variante, a Ómicron, foi recentemente detectada na África do Sul e, segundo a Organização Mundial da Saúde, o “elevado número de mutações” pode implicar uma maior infecciosidade.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,30 nov 2021 9:04

Editado porAndre Amaral  em  23 jan 2022 23:20

pub.

pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.