Trabalhadores do Arquivo Histórico à espera de despacho das Finanças sobre PCCS

PorAilson Martins, Rádio Morabeza,27 mai 2022 12:16

Conferência de SISCAP
Conferência de SISCAP Rádio Morabeza

Os trabalhadores do Instituto do Arquivo Histórico Nacional querem que o ministro das Finanças emita o despacho relativo ao Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), que se encontra no seu Ministério. Exigência feita hoje, na Praia, pelo vice-presidente do Sindicato da Indústria, Serviços, Comércio, Agricultura e Pesca (SISCAP).

Francisco Furtado diz que o PCCS já recebeu despacho do ministro da Cultura e da ministra da Administração Pública.

''O PCCS já foi assinado pelo ministro de Cultura e pela ministra de Administração Pública, inclusive foi colocado no Orçamento do Estado em 2021 e enviado ao gabinete do Ministério das Finanças para o efeito. Todavia, encontra-se ainda no Ministério das Finanças, em banho-maria", explica.

O sindicalista avança que os funcionários estão na expectativa da publicação do PCCS mas que, até hoje, não tiveram qualquer resposta credível.

“Com a pandemia da covid-19, justificaram que a verba reservada para esse efeito foi retirada pelo orçamento rectificativo. Segundo o sr. presidente do Conselho Directivo do Instituto do Arquivo Nacional, a proposta do novo PCCS, após os seus trâmites legais deu entrada no Ministério das Finanças, no dia 29 de Julho de 2021, para aprovação do Ministro, onde permanece até hoje", avança.

O vice-presidente do SISCAP alerta que, se até 30 de Junho o PCCS não for publicado, os trabalhadores partem para a luta, sem especificar a que mecanismos estes recorrerão. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Ailson Martins, Rádio Morabeza,27 mai 2022 12:16

Editado porAndre Amaral  em  5 out 2022 23:28

pub.
pub.
pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.