Cozinheiras de cantinas escolares formadas em "Cozinha Básica” e “Primeiros Socorros e Combate a Incêndio”

PorAilson Martins, Rádio Morabeza,20 dez 2022 16:12

Cerimónia de entrega de certificados de formação às cozinheiras das cantinas escolares
Cerimónia de entrega de certificados de formação às cozinheiras das cantinas escolares Rádio Morabeza

Mais de 400 cozinheiras de cantinas escolares receberam hoje certificados de formação em “Cozinha Básica” e “Primeiros Socorros e Combate a Incêndio”.

A formação de "Cozinha Básica" foi promovida pela FICASE e ministrada pela Escola de Hotelaria e Turismo de Cabo Verde, com financiamento do Grupo de Parceiros para Educação (GPE), no âmbito do projeto QIRD (Qualidade para Inclusão e Redução das Disparidades).

Quanto à formação em “Primeiros Socorros e Combate ao Incêndio” foi financiada pela FICASE, conforme avança o presidente da administração da fundação, Albertino Fernandes.

"Na primeira formação, [pretendeu-se] capacitar as cozinheiras para terem formação relacionada com primeiros socorros, com a situação de segurança nas cozinhas e nas escolas. A segunda formação, na cozinha básica, [visou] reforçar competências na área da culinária, de forma a termos uma refeição mais segura e de maior qualidade”, explica.

As duas ações de formação, de abrangência nacional, contaram com a parceria das Delegações do Ministério da Educação e surgiram da necessidade de capacitação e atualização de conhecimentos das cozinheiras, especialmente daquelas que integraram as cantinas escolares recentemente.

Elisângela Pereira, uma das formandas, entende que a formação é uma mais valia para a o dia-a-dia.

“Foi uma grande oportunidade para nós, cozinheiras, porque serve para o enriquecimento do nosso curriculum e não só, mas também para termos mais conhecimentos no nosso dia-a-dia", refere.

Esta foi a primeira fase do projecto de formação que contempla 405 cozinheiras, dos concelhos da Praia, Santa Catarina, Santa Cruz, São Vicente, Porto Novo, Paúl e Ribeira Grande de Santiago. Na segunda fase, serão beneficiadas mais 330 cozinheiras, perfazendo um total de 735 cozinheiras que trabalham nas cantinas escolares, nos 22 concelhos do país.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Ailson Martins, Rádio Morabeza,20 dez 2022 16:12

Editado porSara Almeida  em  27 jan 2023 9:20

pub.
pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.