Apresentações periódicas a suspeitos de VBG e abuso sexual de crianças

PorSheilla Ribeiro,21 mar 2024 9:23

O Tribunal da Comarca da Praia decretou apresentação periódica e outras medidas de coação que implicam proibição do contacto com a vítima, a seis suspeitos de crimes de violência baseada no género – agravado e abuso sexual de crianças.

Segundo um comunicado do Ministério Público, os homens foram detidos fora do flagrante delito, no âmbito da investigação de oito autos de instrução, registados na Procuradoria da República da Comarca da Praia.

Trata-se, segundo a mesma fonte, de seis homens, de nacionalidades cabo-verdiana, angolana e portuguesa, com idade compreendida entre os 27 e os 61 anos.

Ao arguido de 61 anos, motorista de profissão, indiciado da prática de um crime de violência baseada no género na forma agravada, foram aplicadas as medidas de proibição de permanência na casa de morada de família, proibição de contacto e aproximação da vítima e apresentação periódica às autoridades.

Já ao arguido de 56 anos, camionista, indiciado da prática de um crime de violência baseada no género na forma agravada, foram aplicadas as medidas de proibição de contacto e aproximação da vítima e apresentação periódica às autoridades.

Quanto ao arguido de 55 anos, de nacionalidade portuguesa, engenheiro eletromecânico, indiciado da prática de um crime de violência baseada no género na forma agravada, foram aplicadas as medidas de proibição de permanência na casa de morada de família, proibição de contacto e aproximação da vítima e apresentação periódica às autoridades.

Ao arguido de 52 anos, assistente de escala, de nacionalidade angolana, indiciado da prática de três crimes de violência baseada no género na forma agravada, foram aplicadas as medidas de proibição de permanência na casa de morada de família, proibição de contacto e aproximação da vítima e apresentação periódica às autoridades.

O Tribunal aplicou proibição de permanência na casa de morada de família, proibição de contacto e aproximação da vítima e apresentação periódica às autoridades, ao arguido de 42 anos, pintor e empresário, indiciado da prática de um crime de violência baseada no género na forma agravada.

Finalmente, ao arguido de 27 anos, indiciado da prática de três crimes de abuso sexual de crianças, foram aplicadas as medidas de proibição de contacto e aproximação da vítima e apresentação periódica às autoridades.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sheilla Ribeiro,21 mar 2024 9:23

Editado porAndre Amaral  em  12 jun 2024 23:27

pub.

pub.

pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.