Governo quer dar nova vida ao Centro de Energias Renováveis

PorAilson Martins, Rádio Morabeza,15 mar 2018 17:40

CERMI
CERMI(Rádio Morabeza)

O governo quer transformar o Centro de Energias Renováveis e Manutenção Industrial, num centro de competências de referência a nível da CEDEAO e de África. A afirmação é do ministro dos Assuntos Parlamentares e da Presidência do Conselho de Ministros, que falava esta tarde, no acto oficial de lançamento do projecto de “Reforço da Ancoragem Regional do CERMI".

Fernando Elísio Freire diz que, além de tudo, o CERMI deve ser um centro de exportação de serviços na área das energias renováveis.

“Manutenção regional, de termos aqui um centro de competências que possa formar pessoas nessas áreas e, que possam trabalhar em qualquer parte do mundo e também possam, a partir daqui, do CERMI, criar empresas nas várias áreas das energias renováveis, de manutenção industrial. Isso é extremamente importante, porque o grande objectivo do governo é transformar Cabo Verde numa plataforma especializada de prestação de serviços no Atlântico médio”, afirma.

O presidente do conselho de administração do CERMI, Jorge Teixeira, diz que o Luxemburgo foi identificado como parceiro estratégico, com o objectivo de criar um verdadeiro campus tecnológico na área das renováveis.

“Vamos ter aqui dentro o centro de competências cabo-verdiano e regional, numa parceria com o Luxemburgo, tudo para garantir a sustentabilidade do centro. Da mesma forma, estamos neste momento a negociar com o governo um conjunto de competências e actividades que vão permitir ao centro gerar as suas receitas”, explica.

O projecto de Reforço da Ancoragem Regional do Centro de Energias Renováveis e Manutenção Industrial é financiado pelo décimo primeiro Fundo Europeu para o Desenvolvimento, no capítulo sobre melhoria da governança do sector energético da África ocidental.

Registe-se no site para receber gratuitamente a newsletter Hoje, com as principais notícias do dia. É grátis e seguro. Clique aqui.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Ailson Martins, Rádio Morabeza,15 mar 2018 17:40

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  16 mar 2018 11:17

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.