População do Fogo é mantida na pobreza "de propósito"

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,16 abr 2018 7:35

António Monteiro
António Monteiro(Inforpress)

​O presidente da UCID considera que o esquecimento da ilha do Fogo é propositado, porque convém aos partidos políticos ter uma franja da população num nível de pobreza extrema, para, na altura das campanhas eleitorais, ter um mercado eleitoral fácil de se conquistar.

António Monteiro terminou sexta uma visita de quatro dias à ilha, para se inteirar da situação social e económica da região e dos impactos do plano de mitigação do mau ano agrícola. Para o líder da UCID, passados cerca de 43 anos da Independência nacional e tendo em conta o "potencial extraordinário" do Fogo no domínio agrícola, a pobreza "é de propósito".

De acordo com a UCID, a ilha precisa de uma atenção especial por parte do Governo, que deve pensar na criação de condições para o seu desenvolvimento.

No final da visita à ilha do vulcão, o presidente da UCID deixou algumas pistas para a actuação futura do Governo, que poderá passará pelo melhoramento do aeródromo de São Filipe, nomeadamente a sua extensão em mais 800 metros, para que possa receber voos charter.

Com relação ao problema de água, o responsável da UCID acredita que este é passível de resolução, porque "a ilha é cercada de água”, ironiza.

O presidente da UCID termina a sua visita ao Fogo preocupado com o nível de desemprego, que “é enorme”, agravado por uma imensa "falta de esperança dos jovens".

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,16 abr 2018 7:35

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  18 set 2018 3:22

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.