Governo "não tinha de ter qualquer informação" sobre o negócio da Icelandair com a SATA

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,18 abr 2018 6:50

​O Primeiro-Ministro considera que o possível negócio entre a Icelandair e a SATA, para compra da Azores Airlines, “não afecta em nada” as negociações com a TACV.

Ulisses Correia e Silva comentava ontem a possível compra por parte da Icelandair de 49 por cento (%) do capital da Azores Airlines.

“Isso não afecta em nada. A SATA actua dentro de determinando domínio territorial e tem a sua própria estratégia. Acho até que se complementem, pois nós fazemos parte da Macaronésia e queremos que entre Canárias, Açores e Madeira haja muito complementaridade de mercados e o mercado aéreo é um deles”, disse.

Ainda segundo o chefe do executivo, o Governo “não tinha de ter qualquer informação” sobre o negócio, pois a Icelandair, companhia de aviação islandesa, é uma entidade autónoma de um país soberano, assim como a SATA.

O primeiro-ministro acredita que até é bom que haja interesse dos Açores no parceiro de Cabo Verde, o que no seu entender demonstra que o país escolheu um “bom parceiro”.

A SATA anunciou terça-feira que a Loftleioir-Icelandic ehf., empresa do Grupo Icelandair, ficou pré-qualificada na primeira fase do processo de negociação particular relativo à alienação de 49% do capital social da Azores Airlines (ex-SATA Internacional).

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,18 abr 2018 6:50

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  20 set 2018 3:22

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.