Ministra da Justiça reconhece que ainda existem grandes desafios em matéria de Direitos Humanos

PorDulcina Mendes,26 set 2019 8:03

A ministra da Justiça e Trabalho, Janine Lélis disse quarta-feira, na Assembleia Nacional, que o Dia Nacional dos Direitos Humanos é um marco importante que mudou a forma de exercício do poder.

Por outro lado, reconhece que ainda há grandes desafios para o aprofundamento e para a consolidação dos direitos fundamentais.

Janine Lélis fez este discurso na cerimónia do Dia Nacional dos Direitos Humanos, que teve lugar na cidade da Praia e contou com a presença da ministra da Justiça de Portugal, Francisca Van Dunem, e de várias personalidades nacionais.

“O combate que hoje temos de empreender em defesa dos direitos humanos, passa por alargar a participação cidadã e cívica, passa pelo desenvolvimento de uma estrutura produtiva que elimine a pobreza, que viabilize e sustente uma sociedade civil mais inclusiva, activa e autónoma”, sublinha.

Mesmo assim, Janine Lélis considera existirem várias razões para celebrar o dia 25 de Setembro de entrada em vigor da Constituição da II República que também passou a ser o Dia Nacional dos Direitos Humanos.

“A luta é permanente e os caminhos terão de ser seguidos, para que haja, cada vez mais saúde, mais segurança, mais justiça, mais educação, mais habitação, mais liberdade e para que o indivíduo, em especial o cabo-verdiano, possa realizar-se permanente e plenamente”, cita.

“Temos, pois, a responsabilidade de implementar políticas assertivas e eficazes no que respeita à melhoria da qualidade de vida dos cidadãos, combatendo energicamente o desemprego e promovendo o crescimento económico”, frisa. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,26 set 2019 8:03

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  19 nov 2019 23:21

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.