Primeiro-Ministro representa Cabo Verde no funeral de Jorge Sampaio

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,11 set 2021 10:32

Museu dos Coches, em Lisboa, onde a urna de Jorge Sampaio está em câmara ardente
Museu dos Coches, em Lisboa, onde a urna de Jorge Sampaio está em câmara ardente(Fonte: Diário de Notícias)

​O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, desloca-se hoje a Portugal para representar o País nas cerimónias fúnebres de Estado do antigo presidente da República Portuguesa, Jorge Sampaio, falecido sexta-feira, 10, em Lisboa.

A anteceder a sua deslocação a Portugal, o chefe do Governo endereçou uma carta de condolências ao governo português pelo desaparecimento físico de Jorge Sampaio, manifestando o seu “profundo pesar”.

O primeiro-ministro lembra Jorge Sampaio como “um homem de princípios, uma figura incontornável da consolidação da democracia portuguesa, reconhecido pelo seu percurso democrático e pela sua capacidade de luta contra a ditadura e de luta pelas causas da democracia, da defesa dos direitos humanos e na promoção da dignidade dos refugiados”.

Correia e Silva realça que “Jorge Fernando Branco de Sampaio era uma pessoa tolerante, responsável e coerente que enquanto jovem advogado, defendeu prisioneiros políticos nos anos da ditadura”,

Na missiva, ainda de acordo com fonte do governo, citada pela Inforpress, o primeiro-ministro expressa “as mais sentidas condolências” e transmite em seu nome e em nome do Governo de Cabo Verde, “a solidariedade nesta hora de grande tristeza ao Governo do Estado de Portugal, pelo falecimento de Jorge Sampaio”.

O antigo Presidente da República de Portugal Jorge Sampaio morreu na sexta-feira, 10, aos 81 anos.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,11 set 2021 10:32

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  25 set 2021 23:20

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.