“Embora a China e Cabo Verde estejam muito distantes geograficamente, os corações dos dois povos estão sempre muito próximos” – Embaixador da China

PorExpresso das Ilhas,17 mai 2024 12:14

A 15 de Abril de 1976, Cabo Verde e a República Popular da China assinaram um protocolo sobre o estabelecimento de relações diplomáticas entre os dois países. A efeméride foi assinalada esta quarta-feira, 15, na Sede da AMICACHI (Associação de Amizade Cabo Verde e China), na Praia.

Na sua intervenção o Embaixador da República Popular da China, Xu Jie, recordou que desde o estabelecimento das relações diplomáticas, há 48 anos, os dois países aderiram sempre aos princípios da igualdade de tratamento, respeito mútuo e cooperação win-win.

“A confiança mútua política tem sido continuamente reforçada, a amizade tradicional continuou a aprofundar-se, os intercâmbios culturais e interpessoais estão a tornar-se cada vez mais frequentes, a cooperação a nível dos municípios está em ascensão e a cooperação pragmática em vários sectores tem produzido resultados frutíferos”, enfatizou Xu Jie.

O Embaixador sublinhou que nos últimos anos a cooperação entre a China e Cabo Verde floresceu em vários domínios, tendo-se referido à construção do novo Campus da Universidade de Cabo Verde, do Estádio Nacional, da Cidade Segura, da Habitação Social e da Maternidade do Hospital Dr. Baptista de Sousa, cuja primeira pedra da construção foi lançada no final do ano passado.

“Todos os projectos têm ajudado o desenvolvimento económico e social de Cabo Verde e tornaram-se novos marcos da amizade Sino-Cabo-verdiana”, assegurou o Embaixador, recordando que este ano marca o quadragésimo aniversário do envio da primeira equipa médica chinesa a Cabo Verde.

“A vigésima equipa regressou à pátria há pouco tempo, após ter completado o mandato, e a vigésima-primeira equipa acabou de chegar há poucos dias”.

image

Em nome do Governo, o Ministro dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e integração Regional, Rui Figueiredo Soares manifestou a vontade de continuar a promover o diálogo e o intercâmbio entre os dois países, aprofundar a cooperação em domínios como redução da pobreza, desenvolvimento social e inovação científica e tecnológica, e expandir a cooperação domínio da protecção ambiental, combate às alterações climáticas, e em áreas emergentes como a economia digital, precisando estar convencido de que o futuro do relacionamento bilateral também deve contemplar maior integração entre os dois povos.

image

Armindo da Luz, 1° Vice-Presidente da Assembleia Nacional e Presidente do Grupo Parlamentar de Amizade Cabo Verde-China, manifestou na sua intervenção a sua satisfação por, nestes 48 anos, independentemente das conjunturas internacionais e internas, a China e Cabo Verde sempre estiveram unidas na assistência mútua, com laços sólidos e ancorados nos valores do respeito, dignidade da pessoa humana e progresso.

"Nestes 48 anos de muita amizade, as relações sino-cabo-verdianas já se tornaram uma escolha estratégica de ambos os países, mais robustecidas e mais resolutas, demonstrando o conceito de construir uma comunidade com um futuro compartilhado", afirmou Armindo Luz.

image

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,17 mai 2024 12:14

Editado porAndre Amaral  em  23 jul 2024 23:29

pub.

pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.