Binter suspende vendas a partir de 28 de Outubro

Mindelact 2018 começa a tomar forma

PorChissana Magalhães,18 jun 2018 16:04

Jesus transgênero por Renata Carvalho
Jesus transgênero por Renata Carvalho(Reprodução-Facebook)

A Associação Mindelact já está a anunciar os espectáculos programados para o Palco 2 da edição deste ano, que terá lugar de 2 a 10 de Novembro. A organização do Festival também divulgou no fim-de-semana um edital direccionado às companhias nacionais para participação no Festival Off.

O edital que abre possibilidade a grupos de teatro nacionais de participarem no Mindelact 2018 refere-se especificamente ao Festival Off, artéria do evento reservada a peças curtas, um “espaço de experimentação, aberto á criatividade e á ousadia artística”.

Desde a edição de 2017 que a organização do Mindelact decidiu limitar a participação neste espaço do festival às companhias nacionais, mediante o cumprimento de critérios definidos por edital. E este ano os critérios demandam destacar a morna.

“Na sequência da submissão à UNESCO da candidatura da MORNA a Património Imaterial da Humanidade, o Festival Off deste ano pretende prestar homenagem a este elemento identitário nacional, convocando grupos / companhias de teatro nacionais a apresentarem propostas para a participação no Festival Off 2018”.

Os critérios a serem respeitados pelos grupos que se candidatarem obrigam a que a peça a ser criada, “de alguma forma”, gire em torno desse género musical ou “da história ou letra de uma morna específica”. Também é condição essencial que a peça seja em língua cabo-verdiana e inclua uma morna original e/ou uma morna tocada/cantada ao vivo durante a peça. Os grupos seleccionados na sequência deste edital serão divulgados até 15 de Setembro.

Entretanto, desde início deste mês, a Associação Mindelact já está a divulgar os espectáculos que serão destaque no Palco 2 desta 24ª edição. O Palco 2 , na ALAIM, é reservado a peças mais intimistas, de pequeno porte e que geralmente têm duas apresentações no decorrer do festival, devido à plateia limitada.

A primeira peça anunciada foi “Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu” numa encenação da Companhia Queen Jesus Plays, de São paulo (Brasil). O polémico monólogo, criado pela dramaturga transexual escocesa Jo Clifford, parte da interrogação: e se Jesus vivesse nos tempos de hoje e fosse um transsexual?

“O espectáculo é uma mistura de monólogo e contação de histórias em um ritual que mostra Jesus no tempo presente, na pele de uma mulher transgênero. Histórias bíblicas são recontadas em uma perspectiva contemporânea, propondo uma reflexão sobre a opressão e a intolerância sofridas por pessoas trans* e minorias em geral na sociedade”, revela a sinopse da peça cuja protagonista, ou seja Jesus, será vivida pela actriz brasileira Renata Carvalho, ela própria transsexual.

Com montagem e direcção de Natalia Mallo, a dramaturgia estreou no Brasil em Outubro de 2016 tendo sido censurada e até mesmo embargada por decisão judicial em algumas cidades do país onde conservadores se insurgiram contra o texto que evidência o contraste entre os valores da moral cristã (o amor, o perdão, a empatia e a tolerância) e a opressão e intolerância sofridas por pessoas LGBTI.

Também anunciada para o Palco 2 a nova peça da Companhia Raiz di Polon, "Kodé di Dona". Um solo do coreógrafo Mano Preto, que também assume a interpretação desta homenagem a uma das mais importantes figuras da música e cultura cabo-verdianas.

“De Portugal, depois de várias tentativas, finalmente o Teatro Griot (companhia que integra atores de origem africana a viver em Lisboa) em Cabo Verde, um espectáculo que não vai deixar ninguém indiferente”, promete a organização do Mindelact.

E a peça que este grupo trará na bagagem é “O Luminoso Afogado”, um texto de Al Berto, adaptado, encenado e interpretado por Zia Soares. Com estreia em Dezembro de 2016 (tendo na altura contado com participação vocal de Chullage, rapper português filho de pais cabo-verdianos), este monólogo gira à volta de um “confronto com o espelho, com a morte e com a passagem do tempo”.

Vinicius Piedade (Foto: Valmir de Lara)
Vinicius Piedade (Foto: Valmir de Lara)

Outra presença já confirmada para o Mindelact 2018 é a do actor/encenador brasileiro Vinícius Piedade, que já tinha participado no ano passado com a mesma peça que apresentou este fim-de-semana no festival Sal EnCena, na ilha do Sal, "Cárcere".

Vinicius Piedade continua por cá e irá iniciar no dia 19, em Mindelo, um workshop de teatro que prossegue até 21 de Junho.

A programação global desta 24ª edição do festival internacional de teatro deverá continuar a ser, pouco a pouco, divulgada atendendo que a organização terá avançado já estarem definidos os programas das secções Teatro na Praça e Ciclo Internacional de Contadores de Estórias (CICE).

O Mindelact 2018 tem a parceria institucional do Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, da Câmara Municipal de São Vicente e da Cooperação Portuguesa.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Chissana Magalhães,18 jun 2018 16:04

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  25 set 2018 3:22

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.