Vindos do Oriente, Estrela do Mar e Flores do Mindelo desvinculam-se da LIGOC

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,3 mar 2020 6:59

Grupo Flores do Mindelo
Grupo Flores do Mindelo(Fretson Rocha/Rádio Morabeza)

Os grupos carnavalescos Vindos do Oriente, Estrela do Mar e Flores do Mindelo desvincularam-se da Liga Independente dos Grupos Oficiais de Carnaval de São Vicente (LIGOC-SV). Em causa a forma como foram escolhidos os elementos da Direcção Executiva da Liga, a constituição do corpo de jurados e a avaliação feita este ano dos grupos que participaram no desfile oficial.

A informação foi avançada na tarde desta segunda-feira, em conferência de imprensa conjunta. Para os referidos grupos, os problemas começaram com a demissão de quatro elementos da Direcção Executiva da LIGOC, em 2019. A jurista e membro do Vindos do Oriente, Dirce Vera-Cruz, diz que o órgão terá sido recomposto com membros nomeados “de forma ilegítima”.

“Esses quatro vice-presidentes que constam dessa Direcção Executiva estão ilegitimamente a compor essa direcção executiva, de onde sai esse presidente que vem dirigir o Carnaval e que tem competência exclusiva de escolher os jurados. Com isto quero dizer que temos elementos dentro da direcção executiva que não foram escolhidos pelos grupos e que estão lá a tomar decisões nomeadamente do próprio corpo de jurados e toda a votação”, diz.

Os três grupos entendem que a LIGOC violou gravemente o regulamento ao não publicar, até ao dia 22 de Fevereiro, a lista de jurados. Eva Marques, jurista e membro do Estrela do Mar, refere que os grupos desconhecem o júri, nomeadamente se é ou não legítimo, colocando mesmo em causa a sua isenção.

“Para além desta nomeação, à revelia do regulamento e dos grupos, a formação dos jurados foi feita pela vice-presidência do grupo vencedor. À partida o corpo de jurados também está comprometido”, entende.

Por isso, os denunciantes consideram que o processo de votação foi minado, tendo em conta que o regulamento proíbe qualquer contacto dos jurados com membros dos grupos.

Com as justificações apresentadas, Vindos do Oriente, Estrela do Mar e Flores do Mindelo consideram que a actuação da LIGOC prejudica os grupos e anunciam a sua retirada da organização.

“Nós não queremos que o Carnaval de São Vicente seja uma cópia do Carnaval do Brasil. Queremos o nosso Carnaval justo, sério e desta forma os três grupos que aqui se encontram hoje desvinculam-se da LIGOC”, anunciaram.

Os três grupos dizem que a classificação é a menor das suas preocupações e que o que interessa é que Mindelo tenha um bom Carnaval. Relativamente à possibilidade de impugnação dos resultados, Eva Marques diz que é uma decisão a ser tomada posteriormente.

O Grupo Carnavalesco de Monte Sossego venceu a edição deste ano do Carnaval de São Vicente. A decisão do júri foi conhecida na tarde do dia 26 de Fevereiro, após uma longa cerimónia de divulgação de resultados, que se prolongou por cerca de três horas, com alguma confusão pelo meio.

Em segundo lugar ficou o grupo Cruzeiros do Norte. O terceiro posto pertence a Vindos do Oriente. No quarto lugar, Estrela do Mar. Em quinto, e último, o Flores do Mindelo.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,3 mar 2020 6:59

Editado porSara Almeida  em  28 mar 2020 23:20

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.