Antiga nota de mil escudos sairá de circulação até 19 de Março

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,22 ago 2019 8:01

​O Banco de Cabo Verde estipulou o prazo de seis meses para a retirada da antiga nota de mil escudos.

De acordo com o Boletim Oficial, no decurso do prazo de retirada, até 19 de Março do próximo ano, manter-se-á o poder liberatório da nota, não podendo ser recusada nos pagamentos.

Conforme o documento, expirado o prazo, a nota só pode ser reembolsada no Banco de Cabo Verde, na sua sede na Cidade da Praia, até 19 de Fevereiro de 2030, data a partir da qual deixa de ter valor fiduciário.

A decisão dá continuidade ao processo de retirada de circulação da anterior série de notas, através do Decreto-Lei n.º 18/2017, de 17 de Abril, que também retira da circulação as notas de 200$00. de emissão 2005, e de 2.000 escudos, de emissão de 1999.

A retirada da nota é fundamentada com a “inexistência de stock” por parte do Banco de Cabo Verde para a renovação da circulação de algumas denominações e porque “não se justifica a circulação simultânea de duas séries de notas.”

A nota de 1.000 escudos, com a efígie de António Aurélio Gonçalves, foi emitida em 2007.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,22 ago 2019 8:01

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  7 dez 2019 23:21

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.