​Especialistas holandeses ministram workshop para fortalecer turismo local

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,9 mar 2020 12:21

Carla Monteiro, Edison barbosa, Eugénio Van Maanen
Carla Monteiro, Edison barbosa, Eugénio Van Maanen(Rádio Morabeza)

Aumentar a qualidade, fortalecer e diversificar o turismo local, especificamente em São Vicente e Santo Antão. Eis alguns dos objectivos que se pretendem atingir com o workshop “Criando e Fortalecendo o Turismo Local”, que decorre hoje, em Mindelo, e quinta-feira, na cidade do Porto Novo.

O projecto é uma iniciativa da RVO/Netherlands Enterprise Agency, agência de empreendedorismo do Governo da Holanda, e da Universidade de Breda, naquele país, em parceria com o Ministério do Turismo e Transportes.

Edison Barbosa, director de serviço de turismo no Ministério do Turismo e Transportes, presidiu ao acto de abertura do workshop.

O responsável avança que o evento se enquadra "no objectivo explanado no programa do Governo que visa diversificar a oferta turística". 

"O objectivo é passar toda a expertise que eles têm, e nós passarmos tudo de bom que temos estado a fazer, com foco em atingirmos a melhor qualidade e colocar Cabo Verde na rota de um destino diversificado com grande foco a nível de turismo rural e ambiental”, explica.

O worksop visa criar uma rede de trabalho com vista a entender as necessidades e os anseios da população local, por forma a fortalecer o turismo nas duas ilhas. A Universidade de Breda, na Holanda, conta com uma extensa expertise em áreas como administração de destinos.

Edison Barbosa realça que o país está num bom caminho, mas que é preciso aprimorar.

“Neste momento precisamos melhorar em alguns aspectos de qualidade, nomeadamente a nível do atendimento, serviços de hotelaria, restauração. Estamos num bom caminho. Devemos trabalhar e aprimorar, e temos tido boa colaboração por parte dos operadores neste sentido”, diz.

No workshop participam mais de 80 pessoas, nas duas ilhas, ligadas ao turismo, nomeadamente operadores, agências de viagens, Enapor, Câmara de Comércio, hotéis, entre outros. Celiane Camargo-Borges, da Universidade de Breda, explica que a ideia é contribuir para que o turismo local seja forte e sustentável.

“Este projecto tem duração de entre um ano e um ano e meio. Pretendemos unir as forças de quem está envolvido com o turismo local nas ilhas de São Vicente e Santo Antão para dar suporte e contribuir para levarmos adiante esse turismo para que seja forte e sustentável”, aponta.

Além do workshop, os especialistas têm agendado visitas a diversas localidades de interesse turístico nas ilhas de São Vicente e Santo Antão, para compreender a perspectiva e as potencialidades do turismo local, e posteriormente trabalhar junto dos parceiros locais.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,9 mar 2020 12:21

Editado porSara Almeida  em  28 mar 2020 21:19

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.