Hotel com mais de 100 quartos está a ser construído em São Vicente

PorExpresso das Ilhas,18 jun 2020 10:47

O maior hotel de capitais totalmente cabo-verdianos já está a ser construído em Mindelo e recebeu, esta segunda-feira, o seu certificado de registo de investimento, conforme anunciou a Cabo Verde Trade Invest.

Ao todo, diz a nota enviada pela Cabo Verde Trade Invest, o hotel pertencente ao Grupo Ouril vai ter 107 quartos e é o maior hotel de capitais 100% nacionais.

Esta nova infraestrutura turística vai ser construída na marginal de Mindelo e "vai contar com uma sala de conferência para 150 pessoas, jacuzzi, wi-fi, serviço de lavandaria, ginásio, spa, serviço de bar, bar lounge, piscina e restaurante", lê-se no mesmo comunicado.

A abertura do quinto hotel deste grupo hoteleiro cabo-verdiano está prevista para este ano. Os outros quatro hotéis do grupo: Ouril Pontão e Ouril Julia, Ouril Hotel Agueda e Ouril Hotel Boa Vista, estão localizados em Santa Maria (Sal) e Sal-Rei (Boa Vista).

O grupo hoteleiro, segundo a Cabo Verde Trade Invest, "recebeu esta segunda-feira, dia 15 de Junho, o seu certificado de registo de investimento que lhe vai permitir lançar o Ouril Hotel Mindelo com os respectivos benefícios concedidos" pela instituição promotora do investimento em Cabo Verde.

Este hotel insere-se num conjunto de cinco novos empreendimentos hoteleiros estão em construção ou em vias de iniciar os trabalhos no espaço entre a Lajinha e a Marginal.

No conjunto, os investimentos significarão um aumento considerável da oferta hoteleira, um dos ‘calcanhares de Aquiles’ do turismo em São Vicente.

Os investimentos são liderados por empresários nacionais, sozinhos ou em parceria com investidores externos, e deles resultarão mais de mil novas camas.

Este investimento surge numa altura em que os números do turismo nacional, em consequência da pandemia de COVID-19 e do encerramento dos aeroportos nacionais. Segundo o Instituto Nacional de Estatística, no primeiro trimestre de 2020, os estabelecimentos hoteleiros, em todo  país, acolheram cerca de 170 mil hóspedes, menos 26,9% do que no período homólogo do ano anterior.

"A análise por tipo de estabelecimentos, revela que os hotéis continuam sendo os estabelecimentos hoteleiros mais procurados, representando 86,5 % do total das entradas. Seguem-se as pensões com cerca de 4,9% e as residenciais com 4,8%. Relativamente às dormidas, os hotéis representam 94,1%, as residenciais 1,9%, as pensões com 1,8% e hotéis- apartamentos com 1,6%", revela ainda o INE.

A Ilha do Sal, continuou a ter maior acolhimento, com 45,0% do total das entradas, seguida da ilha da Boa Vista, com 29,2% e Santiago com 9,9%. Em relação às dormidas, a ordem é a mesma: Sal com 53,4%, Boa Vista com 36,5% e Santiago, com 4,0%.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,18 jun 2020 10:47

Editado porSara Almeida  em  5 jul 2020 6:19

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.