Destaques da edição 955

PorExpresso das Ilhas,18 mar 2020 1:07

Nesta edição, o Expresso das Ilhas destaca o coronavírus e o fecho temporário de Cabo Verde. Há a entrevista com o ministro da saúde, Arlindo do Rosário: “As crises devem ser aproveitadas como oportunidade para crescermos”.

Cabo Verde, para já, mantém-se livre do coronavírus. Na semana em que o governo restringiu as medidas de protecção tomadas pelo país, o Expresso das Ilhas falou com o Ministro da Saúde e da Segurança Social, Arlindo do Rosário, para saber qual é a capacidade actual de resposta do arquipélago à pandemia que está a fazer tremer o mundo.

O endurecimento das medidas de contingência em Cabo Verde. Medidas restritivas vão para além da suspensão de voos e da atracagem de navios de cruzeiro ou de lazer, como anunciou o primeiro-ministro esta segunda-feira. O Expresso das Ilhas teve acesso a um despacho conjunto dos ministérios das Finanças, Administração Interna e Saúde que mostra os passos que o governo quer dar para combater a possibilidade de o COVID-19 entrar no país ou, pelo menos, retardar a sua chegada. Escolas não vão fechar, pelo menos para já.

E os cabo-Verdianos nos países infectados: “Estamos todos destruídos. É dor e esperança”. Medo, ansiedade, dúvida mas também confiança de que o pior acabará por passar. O mundo está em alerta e a diáspora cabo-verdiana em sobressalto.

Também a Nova Lei Orgânica do BCV: Banco Central discorda da possibilidade de dissolução do Conselho de Administração. A discussão na generalidade da nova Lei Orgânica do Banco de Cabo Verde é uma das iniciativas legislativas agendadas para a primeira sessão parlamentar deste mês, que acontece de 18 a 20. Segundo o governo, com a apresentação da presente proposta reforça-se “de maneira significativa” a independência do Banco de Cabo Verde, mas a actual administração não tem a mesma opinião.

Neste Março Mês da Mulher, a menstruação: mitos e realidade para diferentes gerações. Apesar de ser natural, a menstruação e tudo o que lhe diz respeito já foi e ainda é encarado de forma negativa e cercado de mitos. Nesta reportagem mulheres de diferentes gerações contam as suas experiências após a primeira menstruação, as conversas ou falta delas e o que se ouve dizer sobre o assunto na sociedade cabo-verdiana.

No interior, a opinião de João Pereira Silva, O 19 de Fevereiro de 1990, a mudança do regime político e a instauração da democracia representativa em Cabo Verde; de Eurídice Monteiro, O ritmo da mudança em noventa; de Manuel Brito-Semedo, Simão Salvador, marinheiro de Penha de França, em BD; e de João Chantre, O planeta em alerta máximo.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,18 mar 2020 1:07

Editado porDulcina Mendes  em  30 out 2020 23:20

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.