Kia Stonic: Vitalidade coreana

PorExpresso das Ilhas,8 out 2018 10:01

Com o segmento dos SUV compactos a mostrar uma vitalidade nunca antes vista, a Kia apostou no Stonic como um trunfo para conquistar a sua posição neste segmento do mercado.

Visualmente, o Stonic é uma aposta ganha. Uma frente agressiva, uma interessante integração dos faróis de nevoeiro e uma bem proporcionada traseira, que dá ao Stonic um ar desportivo e onde tudo parece estar no local correto.

Concorrendo directamente com o Renault Captur, o Nissan Juke ou o Citroën C3 Aircross, o Stonic tenta jogar na jovialidade do interior.
Os objectos do dia-a-dia podem ser “despejados” em diversos espaços, incluindo para os óculos, sendo de salientar, pela negativa a existência de apenas uma bolsa traseira nas costas dos bancos, mas, pela positiva, a existência de uma entrada USB para os lugares traseiros. Trata-se de um pormenor de uma utilidade inquestionável e que a maior arte dos construtores esquecem.

A mala tem uma capacidade de 352 litros, podendo estender-se até aos 1.155 com os bancos deitados, dispondo ainda de um duplo fundo.

Em relação ao exterior, o Stonic permite escolher nove cores para a carroçaria e cinco para o tejadilho, o que permite cerca de 20 configurações diferentes.

O equipamento do Stonic pode ser pletórico, consoante a versão e os opcionais escolhidos. Todas têm um monitor táctil de sete polegadas, colocado ao centro do tablier, de navegação fácil e intuitiva.

De série, e na versão de entrada, a LX, apenas disponível com o motor a gasolina 1.25 MPI de 84 cavalos, está o ar condicionado, o Bluetooth, rádio com ecrã touch de sete polegadas e o controlo da velocidade de cruzeiro (cruise control). Com o mesmo motor a versão SX soma as jantes de liga leve de 15”, luzes diurnas LED, faróis nevoeiro e vidros eléctricos traseiros.

A TX tem jantes de liga leve de 17”, sistema de navegação, câmara e sensores de estacionamento, volante em pele, e ar condicionado automático, bancos em tecido e pele, chave inteligente, luzes traseiras em LED e apoio de braço. Também os principais sistemas de segurança estão presentes (de série ou como opcionais) incluindo o alerta de Perigo de Colisão à Retaguarda (RCCW), Aviso de Colisão a Partir do Ângulo Morto (BCW), aviso de Saída de Faixa (LDW), o Assistente de Máximos (HBA) ou o Aviso de Atenção do Condutor (DAW).

É também possível ter a assistência ao arranque em subidas, que impede o Stonic de descair, gestão da Estabilidade do Veículo, controlo de travagem em curva, que aplica uma força de travagem assimétrica a cada roda durante as travagens em curva e o Sistema de Vectorização do Binário, uma função adicional do controlo de estabilidade.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,8 out 2018 10:01

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  8 out 2018 10:01

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site